parcerias

8 dicas essenciais para realizar uma parceria de sucesso

Realizar parcerias estratégicas pode ser uma excelente alternativa para melhorar a competitividade e crescimento do seu negócio, sabia?  Ainda mais em tempos de pandemia da COVID-19, em que a sua empresa precisa se recuperar economicamente ou até mesmo se sobressair frente aos concorrentes. 

As parcerias podem ser de diversos tipos e finalidades.  O importante é que você identifique no mercado, como elas podem contribuir e oferecer benefício mútuo – o famoso “ganha a ganha”. Para que você entenda melhor  sobre o assunto e como implementar, separamos algumas dicas importantes abaixo, confira!

O que são parcerias empresariais? 

As parcerias entre empresas têm crescido nos últimos anos, potencializadas especialmente por crises financeiras ou oportunidades para se destacar dos concorrentes. Apesar desta prática ser mais comum entre as grandes empresas, os micro e pequenos empreendedores também realizam na escolha de seus fornecedores, por exemplo. 

De maneira geral, as parcerias entre empresas se concentram em encontrar um ponto em comum para que as duas possam ter vantagens. Quando há essa oportunidade de ganho para ambas, a parceria pode se estabelecer de forma estratégica para melhorar as vendas, diminuir despesas ou ter um alcance maior da sua marca entre os consumidores. 

Estímulo a cultura de parcerias 

Ainda há certa resistência entre alguns empresários em criar parcerias, seja por receio de prejudicar o andamento das atividades ou por falta de visão de mercado e novas iniciativas para expandir o  negócio. 

Portanto, a empresa  precisa definir, primeiramente, qual o seu objetivo:  quer vender mais ou manter o faturamento atual? Prefere trabalhar de forma individual ou precisa de parceiros para crescer?  A partir deste entendimento, os gestores conseguem definir como querem se posicionar no mercado.

Como as parcerias podem potencializar o seu negócio?
Entre as principais  vantagens em estabelecer parcerias empresariais, podemos citar:

Expansão do negócio: O estabelecimento de parcerias permite que as empresas façam apostas maiores no mercado, dividindo o mesmo público e se mantendo em ascensão. Exemplo: Uma academia que faz parceria com uma loja de roupas fitness.

Risco dividido: Ocorre quando o lucro da parceria é repartido, mas os riscos também. Exemplo: sua empresa precisa vender um novo produto, mas não tem condições de investir.  Mas, pode contar com o apoio de outra empresa que oferece o que você não tem, utilizando o seu ponto de venda.

 8  dicas para realizar uma parceria de sucesso:

1- Defina o objetivo da parceria:

Antes de convidar uma empresa para realizar uma parceria, é preciso ter claro o objetivo que pode beneficiar os dois lados de alguma forma. Qual é a ideia principal, o que você busca?

2- Entenda as necessidades dos seus clientes:

Para tornar sua estratégia de parceria mais assertiva é fundamental saber qual público pretende atingir.  No marketing, é conhecido como definição da persona – cliente ideal que a empresa tem interesse em atrair e vender seus produtos e/ou serviços.

3- Faça o levantamento de possíveis parceiros:

Identifique quais são as necessidades da sua empresa e de seus clientes, e avalie o que vai precisar buscar externamente para realizar o levantamento de possíveis parceiros que podem agregar valor ao seu negócio. 

4- Avalie a terceirização de atividades:

A terceirização de atividades da sua empresa é também uma forma de parceria estratégica para suprir uma mão de obra ou capacidade produtiva que você não possui na empresa. Com isso, a sua empresa consegue ainda reduzir os custos operacionais.

5- Defina o que pode oferecer e receber em troca:

É o  momento de pensar o que a sua empresa pode oferecer para despertar o interesse do seu possível parceiro. Uma dica, é tornar essa proposta tangível por meio de uma apresentação para auxiliar no processo de negociação.

6- Sinceridade entre as partes:

Uma relação de parceria empresarial deve ser pautada na sinceridade e na clareza dos objetivos. Isso ajuda a evitar possíveis desentendimentos e dores de cabeça, ocasionados por falhas de comunicação  sobre as responsabilidades de cada um.

7- Elabore o contrato:

Formalize a sua parceria através de um contrato. É o momento de alinhar as expectativas com os direitos e deveres de ambas as partes, assim como a determinação de metas e prazos. 

8- Monitore e avalie os benefícios da parceria:

Feita a parceria e o desenvolvimento das ações, é hora de monitorar os resultados! Somente por meio deste controle, sua empresa vai saber se está de fato obtendo vantagens e como ela tem contribuído para o fortalecimento do negócio. 

O que você deve evitar para não realizar uma parceria ruim

Mesmo que a empresa parceira atue no mesmo segmento que a sua, é preciso ter cuidado quanto à qualidade do produto que ela oferece. Afinal, isso pode trazer impactos no preço e na satisfação dos consumidores. 

Também é importante criar alianças com empresas que possuem uma ideologia semelhante à da sua empresa, com propósitos e valores  compatíveis para evitar divergências e também não interferir na visão que os clientes têm da sua marca. 

E aí, o que achou das dicas?

Neste post você pode conferir as vantagens das parcerias empresariais e como ir atrás de alianças estratégicas de forma mais assertiva. Avalie todos os prós e contras e procure por empresas confiáveis e com uma boa imagem entre os clientes, para agregar valor ao seu negócio.

Conheça o CDL Parcerias

Com o CDL Parcerias, você, empresário, encontra várias promoções e descontos com as melhores empresas de Belo Horizonte para facilitar o seu dia a dia. Para saber quais são os parceiros e como elas podem ajudar a sua empresa, basta solicitar atendimento em nosso site que daremos retorno em breve! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Ao clicar em CADASTRAR, você CONSENTE em  receber comunicações por e-mail!