Conheça todas as vantagens do Pix e saiba como implementar na sua empresa

Sua empresa já utiliza o Pix? Essa nova forma de transferência digital já está disponível e pode ser muito útil e prático para o seu negócio. Muito tem se falado sobre essa nova forma de pagamento, mas pode ser que você ainda tenha algumas dúvidas sobre o seu funcionamento, segurança  e vantagens para o seu negócio.

Para entender melhor como essa nova solução vai impactar na vida das pessoas e dos pequenos negócios, explicamos neste post o que é o Pix, como ele funciona, principais benefícios para o varejo e o passo a passo para implementar com sucesso na sua empresa

Conversamos, também, com o Analista de Economia da CDL/BH, Gilson Machado, para esclarecer as principais dúvidas  até o momento. Confira!

O que é o Pix?

O Pix é um sistema de pagamento instantâneo desenvolvido pelo Banco Central com objetivo de melhorar a competitividade do mercado de pagamentos do varejo brasileiro. Pode ser realizado a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga.

P: Pagamento

I: Instantâneo

X: Exchange, troca

Para utilizar o Pix não é necessário baixar nenhum aplicativo específico. Basta acessar o aplicativo do seu banco ou o internet banking da sua instituição. Veja o passo a passo a seguir:

pix banco central

Imagem do Banco Central

Com quem é possível fazer um Pix?

O Pix pode ser utilizado para transferências e pagamentos eletrônicos, entre:

  • pessoas físicas;
  • pessoas  físicas e jurídicas e estabelecimentos comerciais (incluindo comércio eletrônico);
  • estabelecimentos em geral (como o pagamentos de fornecedores);
  • transferências envolvendo entes governamentais, como pagamentos de taxas e impostos.

 Quais as principais características do Pix?

  • Disponibilidade: Pagamento instantâneo, 24h por dia, inclusive aos fins de semana e feriados.
  • Conveniência: Mais praticidade e rapidez nas transferências bancárias.
  • Melhor experiência para o cliente: Modelo de pagamento simples, versátil e intuitivo.
  • Multiplicidade de casos de uso: Podem ser realizados pagamentos de qualquer tipo e valor.
  • Velocidade: As transações financeiras são concluídas em até 10 segundos.
  • Ambiente aberto: É um meio de pagamento barato e democrático que permite  a entrada de novos participantes do mercado.
  • Segurança: Transações com autenticação digital e cursadas no Sistema Financeiro Nacional 

O que são as chaves Pix?

As chaves Pix são utilizadas para identificar a sua conta. Basta escolher qual delas deseja registrar para informar aos seus clientes na realização de um pagamento. 

  • CPF ou CNPJ
  •  E-mail
  • Número de telefone celular
  • Chave aleatória

Quais as formas de pagamento disponíveis pelo Pix?

O pagamento pode ser realizado por meio de uma CHAVE informada pelo recebedor, por meio do QR CODE estático ou dinâmico ou ainda por NFC (near field communication), esse último deve ser disponibilizado pelo Bacen em 2021.

Existe diferença do Pix para pessoa física e jurídica?

O Pix pode ser usado tanto por clientes (pessoa física), quanto por empresas (pessoas jurídicas) que tiverem uma conta em uma das instituições financeiras que oferecem esse meio de pagamento. Mas existem algumas pequenas diferenças, são elas:

Diferença do PIX para outras formas de pagamento

O Pix foi criado para ser um meio de pagamento bastante amplo. Qualquer pagamento ou transferência que hoje é feito usando diferentes meios (TED, cartão, boleto etc.), pode ser feito com o Pix através de um aparelho celular. Entenda melhor as diferenças na tabela a seguir:

Vantagens do Pix para o varejo

1.Mais uma opção para receber pagamentos;

2.Os meios de pagamentos não contam com um intermediário entre o pagador e recebedor;

3.Pagamentos entram na conta em poucos segundos;

4.Facilitará o controle de fluxo de caixa com a entrada de dinheiro em tempo real;

5.Para vendas em e-commerce, reduzirá o tempo frente a boletos para acusar o pagamento e liberação da mercadoria;

6.Melhora a experiência da empresa com seus consumidores;

7.Reduz o fluxo de dinheiro nos estabelecimentos;

8.Varejista pode usar o Pix para pagar impostos, fornecedores, folha de pagamento e benefícios;

9.Reduz o custo operacional para recebimentos e pagamentos;

10.Utiliza tecnologias de criptografia, autenticação mútua e assinatura digital. Com o Pix é muito mais difícil de ser fraudado, desde que a equipe também seja treinada para não receber golpes de oportunistas. 

Passo a passo para implementar o Pix na sua empresa

  1. Defina em qual conta irá receber os pagamentos com Pix.
  2. Pesquise as condições e serviços que estão sendo oferecidos pelas instituições financeiras.
  3. Defina qual método de pagamento vai aceitar, QR Code ou Chave Pix.
  4. Verifique a possibilidade de integração com o Pix se a sua empresa possuir sistemas.
  5. Informe aos seus clientes essa nova opção de pagamento, e ofereça vantagens aos clientes para estimular a adesão. 

Principais dúvidas sobre o Pix

Toda novidade pode trazer um pouco de desconfiança e resistência. Veja o que diz o Analista de Economia, Gilson Machado, sobre os principais receios dos usuários.

Qual é a segurança dos usuários durante as transações Pix?

“É importante destacar que a tendência de maior digitalização e redução da circulação de moeda é favorável no quesito segurança, uma vez que todo o processo fica registrado”. 

Com o PIX o governo consegue controlar 100% das movimentações bancárias?

“O meio de pagamento foi criado para digitalizar o processo de meios de pagamentos, dar celeridade ao processo e rastrear todas as transações. E como é um meio que tem um custo operacional muito menor que as formas usuais, acredita-se que favorecerá a entrada de novos players no mercado, bancarizar a parcela da população que não tem conta e contribuirá, também, para reduzir a informalidade dos negócios. Outro fator relevante é que o Banco Central reduz custos com a manutenção do papel moeda que atualmente é cerca de 1 bilhão de reais”.

Há uma estimativa de empresas e ou clientes de BH que já fizeram transações pelo Pix?

“De acordo com os dados do Bacen, até o dia 28/12/2020, já foram mais de 130 milhões de chaves cadastradas no país, sendo 124.906.909 Chaves de Pessoa Física e 5.621.864 Chaves de Pessoa Jurídica. Ao observar os cadastros realizados no Diretório de Identificadores de Contas Transacionais (DICT), temos 51.540.681 Usuários Pessoa Física e 3.2606758 Usuários Pessoa Jurídica”.

O que a CDL/BH tem feito para ajudar os lojistas neste sentido?

“A CDL tem orientado os empresários por meio de conteúdos informativos e está à disposição para sanar as dúvidas dos associados”.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Ao clicar em CADASTRAR, você CONSENTE em  receber comunicações por e-mail!