Lições do Steve Jobs

Inspiração: 7 lições de Steve Jobs para aprender

Se você é empreendedor, certamente já utilizou pelo menos uma das várias lições de Steve Jobs como um recurso de inspiração e aprendizado para gerenciar melhor o seu negócio, não é mesmo? Afinal de contas, ele é considerado um dos maiores gênios da história, então é de se esperar que muitos empreendedores o vejam como um modelo de liderança a ser seguido.

Mas você realmente sabe quem foi Steve Jobs? O que ele fez? Onde se formou? Como influenciou milhares de pessoas em todo o mundo? Neste artigo, responderemos todas essas perguntas contando um pouco sobre o nome que esteve à frente da Apple por tantos anos. Além de mencionar, é claro, 7 de suas lições inspiradoras. Então, aproveite o post e boa leitura!

Steve Jobs: uma referência em liderança

Nascido no dia 24 de fevereiro de 1955 na cidade de São Francisco, Califórnia, Steve Jobs foi adotado por Paul Jobs e Carla Jobs e, por isso, se mudou para Mountain View, localizada no mesmo estado em que nasceu. Agora, filho de um mecânico, cresceu vendo o pai montar e desmontar aparelhos eletrônicos na garagem da família.

Após concluir o curso médio, Jobs ingressou na universidade Reed College, mas seis meses depois deixou o curso, com exceção das aulas de caligrafia, no qual frequentava apenas como ouvinte.

Seu primeiro emprego foi de designer de videogames na Atari, em 1974. No entanto, não durou muito, pois optou por passar um período na Índia com o intuito de trabalhar seu lado espiritual.

Em 1976, ele retorna para a Califórnia, onde monta, na garagem de casa, um pequeno empreendimento focado no segmento de computação junto com seu amigo Steve Wozniak ― um especialista em programas e circuitos integrados que conheceu ainda no período da faculdade.

Nesse mesmo ano, a dupla lança o primeiro computador pessoal, o Apple I, que era constituído por apenas uma placa-mãe e um conjunto de chips instalados em uma caixa de madeira. Um ano depois, Jobs lança o Apple II, que já possui um mouse e um disco rígido interno.

A partir daí, a busca pela inovação ganhou ainda mais impulso no decorrer dos anos. Prova disso é que as criações de Jobs e Wozniak revolucionaram a indústria de computadores. Contudo, o ano de 1984 foi marcado por dois eventos importantes. O primeiro foi o lançamento do modelo de computador Macintosh, que apesar do sucesso das vendas, não era compatível com a IBM e não tinha ventilador, favorecendo, assim, o superaquecimento da máquina.

Já o segundo foi o afastamento de Jobs da sua própria empresa devido à existência de divergência de opiniões entre as partes administrativas. Porém, após sair da Apple, em 1986, Jobs compra uma empresa de animação, que conhecemos hoje por Pixar Animation Studios e que produziu filmes como Toy Story (1995) e Procurando o Nemo (2003). Além disso, foi responsável por criar a NEXT, especializada no desenvolvimento de software.

Em 1997, retorna para a Apple como CEO e dá início a uma nova fase evolutiva na empresa. Desse momento em diante, Jobs, junto à sua equipe, lança uma série de produtos que revolucionou a indústria tecnológica, tais como:

  • iPod em 2001;
  • iPhone em 2007;
  • Notebook em 2009;
  • iPad também em 2009;
  • iCloud em 2011.

Quanto à sua vida pessoal, Steve Jobs foi pai aos 23 anos, porém, só se casou em março de 1991 com Laurene Powell, com quem teve mais 3 filhos. Infelizmente, em 2003, o empresário foi diagnosticado com câncer no pâncreas e faleceu em outubro de 2011 aos 56 anos de idade.

7 lições de Steve Jobs

Ao analisarmos a vida de Jobs percebemos que a sua paixão pelo que fazia o estimulou a se aperfeiçoar cada vez mais em busca de um futuro tecnológico. E o que isso influenciou nos dias de hoje? A resposta está bem à sua frente.

Pois, certamente, você está lendo este conteúdo por meio de um notebook ou, quem sabe, um iPhone enquanto ouve uma música no fone de ouvido, por exemplo. Tudo isso é graças à tecnologia desenvolvida por Jobs.

Ou seja, Steve Jobs não foi apenas um empresário que desenvolveu produtos inovadores. Ele foi responsável por mudar uma geração de consumidores e, principalmente, por transformar a forma como o marketing é feito nos dias de hoje.

Sendo assim, separamos 7 lições de Jobs que podem inspirar você. Confira!

1. Trabalhe

Pode parecer óbvio, mas Jobs faz questão de deixar isso claro. Para que a sua empresa tenha resultados, é preciso arregaçar as mangas e colocar a mão na massa, não espere que os outros façam isso por você.

2. Encare as decisões difíceis

Só quem é empreendedor sabe que nem tudo será um mar de rosas. Isso significa que, assim como existem os tempos de vitória, é essencial estar preparado para lidar com as decisões difíceis, porque elas farão parte da sua trajetória.

3. Concentre-se naquilo que você é bom e delegue o resto

Não adianta querer fazer tudo sozinho. Para alcançar o sucesso, é preciso focar naquilo que você sabe fazer e deixar com que as demais funções sejam exercidas por pessoas qualificadas na área.

4. Crie um ótimo produto

Jobs acreditava que o segredo do seu sucesso estava em saber ouvir o que os seus clientes queriam. Por isso, buscava desenvolver produtos que não só atendessem as necessidades dos seus clientes, como também superassem as suas expectativas, valorizando sempre a qualidade e eficiência daquilo que criava.

5. Não venda produtos, venda sonhos

Essa lição está ligada a anterior: Jobs não via seus clientes como meros consumidores e, sim, como pessoas que carregavam dentro de si sonhos, expectativas e ambições. Com base nesse princípio, ele fez com que a Apple se tornasse um objeto de desejo de muitos.

Assim, ao adquirir algo da marca, as pessoas não pensam que estão comprando um simples produto; elas acreditam que estão obtendo algo que vai suprir suas necessidades e realizar sonhos.

6. Coragem e persistência

Para ser um empreendedor de sucesso é essencial ter coragem para inovar e persistência para continuar mesmo nos momentos difíceis. Essas características ajudarão você a manter o foco e saber o que realmente é importante para a sua empresa.

7. Você não precisa ser o primeiro, mas precisa ser o melhor

A empresa Apple não foi a pioneira na criação de alguns dos seus produtos, mas se tornou conhecida em todo o mundo por ser a melhor na fabricação deles. Essa lição visa ensinar aos empreendedores a importância de se tornarem os melhores naquilo que fazem e entregam para os seus clientes.

Além das lições citadas aqui, Steve Jobs deixou ao longo da sua trajetória uma bagagem de conhecimentos e aprendizagem que podem servir de ensinamentos para diversos empreendedores, independentemente do tamanho da empresa ou segmento em que atuam. Por isso, busque saber mais sobre a história desse visionário e se inspirar nas inúmeras lições atemporais que ele deixou.

Gostou de conhecer 7 lições de Steve Jobs e quer conhecer mais temas como esse? Então, curta nossa página no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!