como evitar fraudes

Como evitar fraudes? Conheça as principais e saiba como fugir delas!

A ocorrência de fraudes no comércio é, infelizmente, comum no Brasil. Criminosos tentam se aproveitar de brechas de segurança em sistemas eletrônicos ou a possibilidade de falsificações de cheques e documentos para que possam agir de forma maliciosa e conseguir vantagens em cima das lojas.

Os impactos dessas ações podem ser significativos, podendo ir muito além dos danos financeiros. Por isso, é fundamental que os gestores fiquem atentos em como minimizar as possibilidades de terem problemas, para que possam proteger seu negócio.

Vamos mostrar os principais dados sobre fraudes no país, as principais modalidades desse tipo de crime e as principais medidas para proteger sua empresa. Boa leitura!

Os dados sobre fraudes no Brasil

Infelizmente, as fraudes são um problema bastante recorrente no cenário nacional. Em 2017 ocorreram 1,96 milhão de tentativas de fraude — basicamente ocorreu, em média, uma tentativa a cada 16 segundos.

Já segundo dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), no mesmo ano, 7,8 milhões de brasileiros foram vítimas de fraude. Ainda segundo a mesma pesquisa, a principal ocorrência (41%) estava relacionada à clonagem de cartões de crédito.

Diante desse cenário, para proteção do próprio consumidor, o SPC criou uma ferramenta importante: o SPC Avisa. Ao aderir a ele, a pessoa é notificada por e-mail sempre que o nome for incluído, excluído ou sofrer quaisquer tipos de alterações cadastrais no banco de dados da entidade.

Para quem trabalha com e-commerce, a situação pode ser mais complicada ainda. As fraudes digitais elevam os riscos do negócio a esse tipo de problema. Segundo a Kunduto, empresa especializada em antifraude, esse modelo de comércio sofre tentativas de fraude a cada 5 segundos.

O prejuízo estimado com as fraudes financeiras é altíssimo: segundo outra pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito, o valor estimado de danos gerados pelas fraudes financeiras chegou a cerca de R$ 1,8 bilhão em 2018.

Os problemas que as fraudes podem causar ao seu negócio

Um dos primeiros e mais fortes problemas que as fraudes causam aos negócios diz respeito aos prejuízos financeiros gerados para as organizações. Mas não se restringe apenas a isso.

Uma empresa que passe por problemas com fraudes que comprometam o cliente pode, também, ter sua imagem afetada. Pense, por exemplo, que o cartão de crédito de um consumidor seja clonado justamente ao efetivar uma compra em seu negócio. A credibilidade que estará em xeque é a da sua loja, que será vista como um lugar inseguro para a realização das compras.

Além disso, se o problema ocorreu por conta de alguma vulnerabilidade (“chupa cabras” na maquininha de cartão ou vulnerabilidades no sistema eletrônico), vai ser preciso investir para a resolução da questão. Ou seja, mais gastos.

As pequenas e médias empresas (PMEs) são as mais vulneráveis a esse tipo de situação. Isso porque as gigantes do mercado já têm capacidade de contratar equipes especializadas para avaliar riscos e minimizar as chances de algum problema dessa natureza.

Por exemplo, gigantes do e-commerce têm equipes especializadas em segurança da informação, que monitoram constantemente possíveis vulnerabilidades que coloquem em xeque a integridade das transações ocorridas nesse espaço — um recurso que muitos gestores de PMEs não podem contar, devido ao orçamento.

As principais fraudes cometidas no Brasil

É importante que o lojista tenha consciência de quais são as principais fraudes cometidas no Brasil, até mesmo para identificá-las no seu dia a dia e evitar os problemas que falamos acima. Veja as principais delas a seguir:

  • cheques falsificados;
  • cartões de crédito e débito clonados;
  • clonagem de placa de veículo;
  • documentação falsa.

Formas de evitar fraudes em seu comércio

Para que seu negócio não sofra com os prejuízos e danos causados pelas fraudes, é fundamental realizar as medidas necessárias para prevenir a ocorrência desse tipo de problema. Para isso, sua empresa deve investir em algumas medidas essenciais, tal como as que apresentaremos a seguir.

Automatização

Sistemas automatizados podem ser utilizados para a verificação e controle das informações oferecidas pelos clientes, a fim de atestar sua veracidade. Por exemplo, um software pode realizar automaticamente a conferência do CPF, analisando se ele é verdadeiro ou se pode ter sido fraudado, correspondendo a outra pessoa.

Terceirização de riscos

Aliado com a automatização, a terceirização de riscos permite que especialistas na área de segurança de dados verifiquem se as informações oferecidas pelos usuários são, de fato, autênticas ou se há indicativo de fraude. Assim, em caso de alguma suspeita, os profissionais avisam aos responsáveis para que fiquem atentos à compra ou, em alguns casos, até mesmo pela suspensão da transação.

Busca de IP para e-commerce

Quando o usuário que está em uma localização de renda incompatível com o produto da sua loja realiza uma compra, pode ser um indicativo de que esteja ocorrendo uma fraude. Também é possível confrontar a localização do IP com os dados dos clientes fornecidos no cadastro do usuário (telefone, endereço, entre outros).

Caso ocorra alguma incompatibilidade, pode ser um sinal de que está ocorrendo um processo de fraude. Para isso, é possível utilizar um buscador de IP, como o IP Locator.

Utilização dos produtos oferecidos pela CDL/BH

A CDL/BH também tem soluções geradas para diminuir os índices de fraude e minimizar os riscos de problemas a longo prazo. Uma das soluções é o Cheque Garantido. Ele é um seguro de cheques que garante ao comerciante que receberá o valor do pagamento em caso de fraude e falsificação de cheques, de acordo com o contrato estabelecido entre o comércio e a CDL/BH.

Outra solução que pode ser implementada é o SP Cheque Analítica. Por meio dele é possível verificar os dados de Pessoa Física e Jurídica, avaliando informações detalhadas sobre cheques sem fundo, roubados, sustados, extraviados, entre outros, daquele consumidor.

Saber como evitar fraudes é fundamental para que sua empresa fique resguardada de problemas financeiros e de credibilidade. O impacto desse tipo de questão em seu negócio pode ser alto e, quando é constante, pode levar, até mesmo, à falência do seu comércio.

Quer utilizar uma de nossas soluções para minimizar a ocorrência de fraudes? Entre em contato com a CLD/BH e tire suas dúvidas sobre o tema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!