Você sabe quais as obrigações do franqueado e do franqueador?

Positivamente, o mercado de franquias vem crescendo cada vez mais com o passar dos anos. Prova disso é que, no primeiro semestre deste ano, o setor de franchising cresceu 6,4% comparado ao mesmo período do ano anterior. Isso significa um faturamento de R$ 84,586 bilhões. Diante desse número, muitos querem investir nesse modelo de negócio, mas se deparam com algumas dúvidas sobre as obrigações do franqueado e franqueador.

Afinal de contas, saber qual é o papel de cada um é essencial para estabelecer um bom relacionamento entre ambos e, sobretudo, garantir o desenvolvimento da rede. Por esse motivo, preparamos este artigo para esclarecer quais são as obrigações do franqueado e do franqueador, além de apresentar algumas dicas fundamentais para você acertar na escolha da franquia. Acompanhe a leitura!

O que é franquia?

Franquia é um modelo de negócio cujo o responsável pela criação da marca (franqueador) cede para terceiros (franqueado) o direito de usar o nome da empresa, a infraestrutura, patente, o acesso ao know-how, além de permitir a distribuição dos mesmos produtos ou serviços mediante ao pagamento de remuneração sobre os lucros obtidos.

Em outras palavras, a franquia nada mais é do que uma extensão da empresa matriz, na qual cada unidade segue o mesmo padrão de infraestrutura, serviços e produtos, mas há um gestor para cada loja. Em razão disso, esse modelo de negócio proporciona vantagens tanto para o franqueado quanto para o franqueador, visto que oferece mais segurança para quem deseja empreender, ao mesmo tempo em que contribui para a expansão da marca.

Por isso, as vantagens de se investir em uma franquia são diversas, entre as principais podemos citar:

  • acesso ao departamento de marketing e propaganda já estruturado contribuindo, assim, para a divulgação do seu negócio;
  • contratos que oferecem mais segurança para ambos atuarem;
  • treinamento e suporte completo para ajudá-lo a gerenciar o seu negócio;
  • maior qualidade nos produtos e serviços;
  • favorecimento do crescimento orgânico de todas as partes envolvidas;
  • maior poder de negociação;
  • custos menores;
  • alta demanda e baixa sazonalidade;
  • expansão da marca.

 Quais são as obrigações do franqueado e franqueador?

Ao optar por investir em uma franquia, é muito importante ter em mente que para obter bons resultados é essencial estabelecer uma boa relação entre você e o franqueador, pois esse modelo de negócio consiste no trabalho em conjunto. Por isso, é fundamental saber quais são as obrigações e funções de cada integrante, a fim de evitar desacordos e frustrações.

Por essa razão, vamos esclarecer, agora, quais são as obrigações do franqueador e do franqueado. Confira!

Franqueador

O franqueador ou a franquia apresenta um padrão, sistemática e regulamentos que devem ser seguidos pelo franqueado, pois se tratam de um conjunto de normas que mantêm a imagem da empresa. Contudo, o franqueador também tem responsabilidades as quais necessitam ser seguidas, como:

  • fazer possíveis mudanças no plano de negócio, após a realização de testes;
  • desenvolver um modelo de negócio que esteja de acordo com o segmento de atuação;
  • selecionar os franqueados que correspondem ao perfil da empresa;
  • normatizar padrões, políticas e procedimentos da empresa;
  • difundir práticas e procedimentos que vão otimizar os resultados dos franqueados;
  • proporcionar suporte e treinamento para o franqueado;
  • prestar assessoria aos franqueados;
  • monitorar o desempenho dos franqueados de forma qualitativa e quantitativa;
  • promover a interação entre os franqueados, a fim de estabelecer uma boa relação, compartilhar ideias e experiências.

Fica claro que o franqueador é responsável por transmitir o know-how e monitorar o desempenho dos franqueados. Sendo assim, essa função deve ser bem exercida, para que se obtenha bons resultados, caso contrário, corre-se o risco de afetar a imagem da empresa.

Franqueado

Antes de iniciar uma parceria com uma rede franqueadora, o franqueado precisa analisar as diretrizes impostas e observar se está realmente de acordo com a política da empresa, para enfim escolher o melhor modelo de franquia. Feito isso, as obrigações do investidor serão as seguintes:

  • seguir os padrões e metodologias impostas pelo franqueador;
  • investir na implantação da sua unidade;
  • gerenciar o negócio;
  • arcar com as despesas referentes às taxas, royalties e custo com o marketing;
  • realizar a manutenção e a limpeza de forma adequada;
  • adquirir matérias-primas dos fornecedores autorizados pela franquia;
  • cumprir as metas estabelecidas;
  • contribuir com a rede de franqueados, compartilhando experiências e obtendo resultados positivos;
  • ser responsável pela aquisição de mercadorias e contratação de funcionários;
  • monitorar e acompanhar as atividades exercidas pela equipe de colaboradores;
  • acompanhar e desenvolver um bom relacionamento com o cliente.

Sendo assim, o franqueado tem seu direito de escolha compartilhado com o franqueador. Ou seja, em muitas situações o poder de decisão vai depender da aprovação da matriz. Contudo, fazer parte de um grupo já consolidado no mercado oferece mais segurança e facilita o processo de implantação de um empreendimento.

Como escolher uma franquia para investir?

Não resta dúvidas de que o setor de franchise evolui a todo instante e, com isso, as opções de segmentos também vêm crescendo. Diante de várias alternativas disponíveis no mercado, escolher a franquia certa se torna um verdadeiro desafio. Por isso, antes de tomar uma decisão vista como precipitada, o investidor precisa ter paciência e muita cautela.

Escolher a rede de franquia, usando como base a sua popularidade e a promessa de um retorno rápido, nem sempre dá certo. Isso, porque, o sucesso do seu empreendimento depende de alguns fatores que precisam ser levados em consideração antes da decisão final. Para facilitar esse processo, é importante analisar os prós e contras da sua futura parceria e, sobretudo, avaliar os seguintes aspectos. Veja só!

O mercado de atuação da franquia

Não caia no erro de escolher uma franquia com base apenas no retorno do investimento. Ao fazer isso, você corre o risco de desanimar ao longo do caminho devido à falta de afinidade com a área de atuação. Por isso, faça uma análise pessoal, questione quais são seus sonhos, gostos, objetivos e metas.

Feito isso, pesquise os tipos de negócio que poderão ter sucesso na sua área, além de considerar a sua disponibilidade de investimento, busque por recomendações de investidores anteriores. Procure coletar o máximo de informações possíveis para ajudá-lo a investir com segurança.

O investimento necessário

Como qualquer outro empreendimento, é necessário ter um bom planejamento financeiro. Sendo assim, o franqueado precisa levar em consideração os gastos fixos e os variáveis, além de dispor de um capital de giro disponível. Para evitar prejuízos, é importante ser realista e colocar todas as despesas no papel e determinar o tempo necessário para obter os lucros.

A experiência do franqueador

Outro ponto que precisa ser levado em consideração é o tempo de experiência da franqueadora e a sua aceitação pelo público. Afinal, você, como franqueado, estará vestindo a camisa da marca e, por isso, deve contar com a boa reputação da empresa. Sendo assim, busque conhecer a opinião dos investidores anteriores e saber o que os consumidores pensam sobre a rede, pois um negócio que tenha perspectiva de crescimento se torna uma promessa garantida de sucesso.

Portanto, com base nessas informações fica claro que para obter bons resultados em uma franquia é essencial que franqueado e franqueador estejam em sintonia e busquem os mesmos objetivos. Para que isso aconteça, é muito importante considerar o segmento que você tenha afinidade e querer acima de tudo fazer parte da equipe.

Gostou do artigo e deseja saber mais? Então, aproveite para conhecer os benefícios de contratar uma consultoria empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!