Empresário fazendo a análise de crédito de um cliente

Por que a sua empresa precisa ter uma boa análise de crédito?

Já pensou em oferecer crédito, mas ficou com medo de isso desestruturar as finanças da empresa? Com os índices de inadimplência crescendo no país e a quantidade de fraudes no mercado, essa preocupação é genuína. Contudo, a análise de crédito surge como uma ferramenta para contornar esse tipo de situação, ajudando o lojista a vender sem correr riscos.

Gerenciar as finanças de um negócio requer um bom fluxo de caixa e receber os pagamentos nos prazos corretos. Afinal, o planejamento de contas depende da pontualidade nas entradas. Consequentemente, não receber implica em um financeiro conturbado.

Quer saber como conquistar novos clientes com crédito sem prejudicar o seu negócio? Continue a leitura e veja como o nosso artigo pode ajudar você a vender sem medo.

Como funciona a análise de crédito?

A análise de crédito é uma ferramenta para auxiliar empresas na tarefa de firmar acordos financeiros com clientes e parceiros. O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) é um exemplo de órgão que oferece informações primordiais para momentos como esse, mas como a verificação acontece? Explicaremos tudo, a seguir.

Solicitação dos dados cadastrais

O SPC usa algumas informações para traçar o histórico que orienta a empresa na hora de conceder crédito. Portanto, ao realizar essa operação são solicitados o CPF, RG, nome do cliente e o dos pais, data de nascimento, naturalidade e dados do cônjuge.

Alguns documentos acerca da vida profissional também estão incluídos, pois proporcionam detalhes sobre a renda e geram um perfil financeiro em torno da pessoa consultada.

Verificação de restrições

O primeiro ponto verificado é a existência de restrições, caso o cliente tenha débitos pendentes em seu nome. O SPC armazena informações de pessoas físicas e jurídicas que acumulam pagamentos em aberto indevidamente.

Assim, o cadastro negativo demonstra para a empresa se o consultado tem ou não histórico de bom pagador. Com base em dados, é possível prever quando há altas ou baixas chances de ele quitar os valores em dia.

Análise de perfil de crédito

Com tudo que listamos é possível estabelecer o mapa de crédito do cliente, ou seja, uma pontuação é calculada usando o histórico de transações, como pedidos de crédito, detalhes de renda e inadimplência.

Cada administrador define uma pontuação mínima para fazer oferta de crédito ao comprador. Se ele está abaixo desse índice, realizar o negócio pode ser prejudicial para a saúde financeira da empresa.

Averiguação do comprometimento de renda

Um fator muito importante ao conceder crédito é averiguar a capacidade de pagamento do cliente, verificando quanto ele pode desembolsar dentro da sua renda. Afinal, mesmo não havendo pendências, o valor de rendimentos mensais dele pode não ser suficiente para quitar o débito que ele deseja abrir.

Consequentemente, analisar quanto o comprador pode gastar ajuda o empresário a saber quanto crédito deve ser oferecido de maneira segura. Esse indicador funciona beneficamente em via de mão dupla, pois o consumidor não compromete a renda dele mais do que realmente pode e a sua empresa fica livre de prejuízos.

Checagem de documentos

Uma etapa diferencial e que aumenta a segurança da operação é realizar uma checagem de documentação. Por exemplo, solicitar comprovantes quanto à renda do comprador e de residência. Como a concessão de crédito coloca em cheque a seguridade financeira do seu negócio, a dica é se munir de informações confiáveis e ter todos os documentos para recorrer caso necessário.

Qual a importância da análise de crédito para a empresa?

Realizar esse processo antes de fechar negócio a prazo com um comprador é uma forma de manter sua empresa segura. Afinal, transações como essa impactam ao longo de toda a cadeia produtiva. Problemas no recebimento repercutem em complicações no caixa, nas compras e até nas vendas. Então, saiba como meios corretos de precaução podem ajudar.

Tomada de decisão

O momento de fechar um negócio é muito esperado, mas se a negociação é feita sem informações, sua empresa pode sair no prejuízo. Na ânsia de ganhar um cliente, você pode ceder crédito sem critérios e se arrepender.

Definindo a análise de crédito como protocolo no momento de finalizar uma negociação e confiar no comprador, toda transação é feita com exatidão. O administrador decide quando é válido aceitar práticas como o crediário. Os dados ajudam na decisão e a ganhar clientes sem comprometer o financeiro.

Seguridade financeira

A inadimplência por parte de compradores pode repercutir em seu negócio com os credores. Afinal, o financeiro se programa para quitar contas, pagar impostos em dia e fazer compras de acordo com as entradas. O não cumprimento do pagamento da parcela pelo cliente implica em redução do capital de giro. Assim, o financeiro da empresa é quem paga. Por isso, a análise de crédito é essencial para estabilidade desse setor.

Melhora do relacionamento com cliente

Muitas vezes, um cliente procura por condições de pagamento como o crediário. Quando uma loja proporciona esse meio, um relacionamento duradouro é estabelecido, mas por medo da inadimplência, comerciantes apenas evitam tal prática.

Contudo, se você sabe o histórico de pagamento do comprador, esse é o momento de criar vínculo com ele. O negócio sai ganhando, pois conquista um consumidor frequente e o satisfaz.

Quais as vantagens de usar o SPC na análise de crédito?

O SPC oferece serviços amplos para atender a necessidade do empreendimento. Fazer uma análise de crédito se torna simples e corriqueiro com o amparo dessa ferramenta. Entender quais são os benefícios que a parceria oferece é importante para aproveitar e incorporá-la na gestão. Veja mais abaixo!

Informações atualizadas e pontuais

Uma possibilidade de negócio acontece a qualquer momento. Se uma análise for demorada, ela pode atrapalhar. No entanto, com as soluções de SPC você consulta rapidamente as informações de pessoas físicas e jurídicas a qualquer momento.

Além disso, os dados encontrados são sempre atualizados e recentes. Logo, você tem um panorama do perfil de pagamento daquele consumidor. Esse fator é importante para a eficiência na tomada de decisão.

Redução da inadimplência

O impacto mais direto e positivo de fazer consultas com auxílio do SPC é a redução dos índices de inadimplência da empresa. O número de clientes com pagamentos atrasados é diminuído porque aqueles que passaram pela peneira não costumam ter tal comportamento.

Dessa forma, seu negócio consegue planejar o caixa, ter capital de giro e programar pagamentos sem correr riscos, além de reduzir custos com cartas de cobrança e tempo investido em negociação de dívidas.

Tipos de consulta

O Serviço de Proteção ao Crédito ampara o seu negócio em diversos tipos de consulta: verificar uma pessoa física, checar informações de pagamento de uma empresa jurídica ou, ainda, de um carro. Existem muitas pesquisas específicas que podem ser feitas quando o perfil da negociação exigir. Por exemplo, verificar cheques, controle societário de um empreendimento, consultas de veículos, entre outros.

A análise de crédito é uma ferramenta muito poderosa para alavancar o financeiro de uma empresa. Contar com essa prática melhora as entradas, evita problemas judiciais e fideliza clientes. Procure soluções por meio do SPC para que seu caixa não sofra perdas.

Nosso artigo foi útil para melhorar a gestão do seu negócio? Então, veja também por que o varejo precisa usar o Serviço de Proteção ao Crédito e se aprofunde no assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!