Por que focar um nicho de mercado para lucrar?

Quer ter um negócio de sucesso? Saiba que definir o seu nicho de mercado pode ser a solução certa para você alcançar esse objetivo. Isso porque, ao contrário do que muitos pensam, estreitar o seu público-alvo e focar apenas os clientes que realmente se interessam pelos seus serviços é a forma mais segura da empresa se solidificar no mercado.

Por meio do foco, você consegue ganhar tempo, energia e, sobretudo, mais rendimento. Além disso, quando se atua em um nicho específico, o volume de vendas tende a ser menor, porém, a margem de lucro é maior. Assim, é muito importante para o gestor entender o real sentido desse método. Afinal, é por meio dele que será possível desenvolver planos estratégicos e obter melhores resultados.

Diante disso, você deve estar se perguntando: como escolher um nicho de mercado de sucesso que seja adequado ao tipo de produto e/ou serviço oferecido? Calma, que a resposta está neste artigo. Quer saber mais sobre o assunto? Então, acompanhe a leitura!

O que é um nicho de mercado?

Diferentemente de segmento de mercado, que se refere a algo mais abrangente como moda, gastronomia ou saúde, o nicho de mercado é uma ramificação mais específica desses segmentos, como roupas ecológicas, culinária para intolerantes a determinados ingredientes, produtos hipoalérgicos veganos etc. Ou seja, o nicho de mercado sempre vai se referir a um grupo pequeno que normalmente é pouco ou nada explorado.

Vale ressaltar que cada uma dessas ramificações de um segmento é representada por um perfil de consumidor, com necessidades e desejos próprios ― uma persona. Por meio dela será possível conhecer suas dores e, assim, desenvolver estratégias eficientes a fim de solucionar seu problema.

Para você ter uma ideia melhor, basta imaginar o seguinte exemplo: um empresário do ramo de calçados deseja estabelecer um nicho específico para o seu negócio. Para isso, ele analisou a fundo o seu mercado de atuação e percebeu que existia uma alta procura por produtos sustentáveis e pouca oferta. Sendo assim, optou por oferecer um produto artesanal, sustentável e vegano focado no público feminino. Percebe aí um nicho de mercado já estabelecido?

Portanto, definir o nicho de mercado consiste, na maioria das vezes, em oferecer soluções para um grupo específico de consumidores cujas necessidades são pouco atendidas pelo mercado atual. Nesse sentido, a segmentação tem como objetivo permitir que o gestor se especialize e entenda a fundo as dores e desejos do seu público-alvo e se torne referência no assunto.

Além disso, esse método serve como uma vantagem competitiva, principalmente para donos de PMEs (Pequenas e Médias Empresas), pois, quando se tem um nicho específico, fica mais fácil desenvolver soluções mais eficientes. Em outras palavras, trata-se de uma técnica que visa manter o foco e busca direcionar da melhor forma os processos de produção, distribuição, marketing, atendimento e vendas.

Por que definir um nicho de mercado para o seu negócio?

Já sabemos que um nicho de mercado representa apenas uma parte de um segmento. No entanto, se engana quem pensa que, ao investir em um público específico, você estará em desvantagem diante da concorrência. Pelo contrário: ao adotar esse método, suas ações serão mais precisas e, consequentemente, você terá um melhor retorno do investimento, uma vez que essa característica é ideal para qualquer estratégia de marketing.

Além disso, ao definir um nicho para o seu negócio, a concorrência será menor. Essa vantagem permite que você desenvolva ideias únicas e ofereça algo exclusivo para o seu público. Feito isso, sua marca será referência para os seus clientes, pois eles sabem valorizar tudo isso, desde que estejam satisfeitos com a oferta.

Prova disso é que a maioria dos consumidores, por exemplo, não se importam em pagar um pouco a mais para ter um produto ou serviço de qualidade ou por uma experiência diferenciada. Portanto, com essas ações, você tem maiores chances de alcançar clientes fiéis à sua marca.

Vale ressaltar que, enquanto houver preocupação por parte da empresa com o consumidor, sua marca será vista pelos clientes como um verdadeiro parceiro, já que você disponibiliza um produto ou serviço pensado exclusivamente em atender às necessidades do seu público.

Dessa forma, independentemente do tamanho do seu negócio, é essencial definir um nicho de mercado para que os recursos do setor de vendas sejam investidos da melhor forma possível. Além de melhorar as vendas, será possível desenvolver novos produtos, agregar outros segmentos à carteira de clientes e, assim, elevar ainda mais o seu negócio.

Logo, fica claro que definir o seu nicho do mercado é fundamental para garantir que não haja perda de tempo e recursos. Ou seja, é uma forma de certificar se todos os investidos feitos, incluindo dinheiro e mão de obra qualificada, serão convertidos em reconhecimento do público e, consequentemente, se transforme em vendas e receita para a sua empresa.

Quais são as vantagens de focar um nicho de mercado?

Você acabou de ler sobre a importância de escolher um nicho de mercado para o seu negócio. No entanto, se ainda não se convenceu de que vale a pena investir nisso, vamos aprofundar um pouco mais as vantagens que esse método oferece. Você vai ver que definir o nicho de mercado é fundamental para o sucesso do seu negócio. Confira!

Menos concorrência

Como já foi citado, optar por um nicho é sinônimo de menos concorrência. Para ter certeza disso, basta você parar para analisar que, quanto mais amplo for o mercado em que você atua, maior será o número de empresas dominantes nesse segmento. Por outro lado, optar por um público específico, além de a concorrência ser menor, você tem a oportunidade de atender a um mercado pouco explorado e insatisfeito.

Essa vantagem ainda conta com um diferencial: a possibilidade de se destacar diante de grandes empresas, por meio de um bom plano de marketing. Ficou confuso? Calma, que a gente explica! Para você entender melhor, vamos focar o segmento de calçados (o mesmo do exemplo anterior).

Auxílio do Marketing Digital

Netshoes, Zattini e Centauro são algumas das muitas empresas que já estão consolidadas no mercado, não é mesmo? Sendo assim, você acha que uma pequena empresa tem condições de enfrentá-las? Sinceramente, não!

Então, para solucionar esse problema, o Marketing Digital foi a medida adotada pelas PMEs para se destacar no seu mercado de atuação. Além de ser um recurso mais econômico, investir nessa estratégia permite estar no mesmo nível das grandes empresas.

Mas como se destacar entre a concorrência? Vamos voltar no exemplo anterior. O gestor optou por oferecer calçados artesanais, sustentáveis e veganos específicos para o público feminino. Além de ter feito a segmentação, essas características servem como um diferencial. Para valorizar isso, ele pode (e deve!) investir nas estratégias de marketing por meio das redes sociais, por exemplo.

Estar presente no Instagram e Facebook permite alcançar os clientes que estão de acordo com o perfil da sua empresa e, assim, estabelecer um relacionamento mais próximo com eles, de forma que seja possível conhecer suas dores e desejos.

Além disso, essa ferramenta permite criar conteúdos relevantes que vão nutrir e informar esse público segmentado sobre o serviço ou produto oferecido pelo seu negócio. Ao fazer isso, você cria um elo de confiança com o seu público e, consequentemente, aumenta as chances de a sua marca expandir, já que é possível fazer marcações e compartilhar conteúdos.

Lembrando que as formas de aplicar uma estratégia de Marketing Digital são infinitas. Por isso, não se limite apenas a uma ferramenta, esteja disposto a investir em outras alternativas, como o marketing de conteúdo, e-mail marketing e Inbound Marketing.

Mais qualidade

Já se foi o tempo em que o consumidor comprava um produto tendo como base apenas a informação do vendedor. Com a internet mais acessível, o cenário mudou e, hoje, o consumidor pode obter qualquer produto ou serviço com o melhor preço e apenas um “click”.

Diante dessa realidade, as empresas perceberam a necessidade de acompanhar essa mudança e, assim, buscam entender melhor as necessidades dos seus clientes, a fim de oferecer um atendimento exclusivo com o máximo de qualidade. Estar atento a isso é essencial para qualquer empreendimento que visa alcançar o sucesso, uma vez que os consumidores atuais buscam soluções únicas e personalizadas.

Domínio do mercado

Manter o foco em um público-alvo permite que a sua empresa se torne autoridade na sua área de atuação com muito mais facilidade. Isso porque, ao direcionar seus esforços para alcançar os clientes certos, você se tornará um especialista no assunto.

Em contrapartida, entrar em um mercado como uma marca generalista pode ser uma tentativa de negócio frustrante. Mesmo que sua comunicação alcance um número maior de pessoas, provavelmente essa estratégia não terá um retorno positivo, pois esses possíveis clientes também tiveram acesso a outras dezenas de mensagens de outras empresas como a sua.

Por esse motivo, escolher o seu nicho de mercado permite atender a uma parte de um segmento que ainda foi pouco ou nada explorado pela concorrência. E, a partir disso, é possível elaborar estratégias inovadoras que tenham como objetivo oferecer soluções eficientes para as dores e anseios desses clientes.

Além disso, buscar meios de oferecer uma solução para um grupo específico de pessoas favorece a criação de um relacionamento mais próximo e eficiente entre a empresa e consumidor, já que você lidará diretamente com os seus potenciais clientes.

Percebe que definir um nicho de mercado para o seu negócio só vai contribuir com o crescimento dele? Agora que você já entendeu sobre a importância de focar um segmento específico, chegou o momento de falarmos quais são maneiras mais adequadas para identificar um.

Quais os principais nichos existentes?

Como vimos, o nicho de mercado é uma pequena parte de um segmento de consumo. Para conhecê-lo a fundo e escolher um que esteja de acordo com a sua empresa você pode usar, além da análise de competidores do negócio, as características dos próprios consumidores.

Nesse sentido, as características podem ser divididas em quatro grupos: geográfica, demográfica, psicográfica e comportamental. Confira a seguir cada uma delas!

Segmentação geográfica

A segmentação geográfica tem muito valor para quem deseja abrir um estabelecimento físico, pois é estabelecida com base na localização do mercado consumidor. Sendo assim, as características que serão levadas em conta são:

  • continente;
  • país;
  • estado;
  • cidade;
  • bairro;
  • região.

Vale ressaltar que, para os nichos de mercado com segmentação geográfica, é muito importante avaliar todos os concorrentes de negócio que ocupam o mesmo local.

Por exemplo, se você é um empresário que deseja abrir uma loja de suplementos esportivos, a segmentação geográfica será uma ferramenta essencial para ajudar você a encontrar seu nicho. Por meio dela, será possível identificar bairros com academias próximas e que tenham carência desse tipo de produto.

Segmentação demográfica

Já a segmentação demográfica leva em conta as características populacionais do mercado consumidor, tais como:

  • gênero;
  • renda;
  • ocupação;
  • faixa etária;
  • raça;
  • geração;
  • classe social;
  • nacionalidades;
  • escolaridade, entre outros.

Manter a atenção a essas características é de suma importância para sua empresa, pois elas são usadas para a construção do público-alvo e, consequentemente, influenciam de forma direta no hábito de compra desses possíveis clientes. Um exemplo disso são as lojas de produtos infantis especializadas em atender crianças de 0 a 5 anos.

Segmentação psicográfica

A segmentação psicográfica é baseada em aspectos relacionados aos valores do grupo consumidor, como a dedicação às causas do meio ambiente, defesa dos direitos dos animais, posicionamentos políticos e, principalmente, o estilo de vida, a personalidade, os gostos e as características pessoais do público-alvo.

Nesse caso, os grupos que se encaixam na segmentação psicográfica apresentam as seguintes características:

  • são contra a exploração animal;
  • têm o veganismo como estilo de vida;
  • prezam pelo consumo consciente;
  • apresentam intolerância a algum alimento específico;
  • defendem a liberdade feminina;
  • têm hábitos sustentáveis;
  • têm o mesmo gosto musical etc.

Sendo assim, para as empresas que desejam explorar esse segmento, é preciso oferecer soluções específicas para o potencial consumidor. Esse foi o caso de algumas empresas de cosméticos que viram no empoderamento feminino e na causa animal uma oportunidade única de expandir seu público-alvo. Assim, passaram a oferecer produtos específicos para cabelos cacheados e crespos, tendo como diferencial itens veganos e cruelty free.

Segmentação comportamental

Por fim, a segmentação comportamental observa os hábitos de consumo do cliente. Por isso o gestor precisa ter em mãos as respostas para os seguintes questionamentos:

  • Do que o cliente precisa?
  • O que ele procura?
  • O que consome?
  • Qual é a quantidade e com que frequência consome?
  • O que ele conhece? etc.

Podemos citar como exemplos de negócios que atuam em um nicho de mercado com segmentação comportamental as empresas que oferecem cursos de língua estrangeira e as academias que permitem que os clientes marquem os horários de acordo com a sua rotina particular.

O que considerar ao escolher um nicho de mercado?

Para acertar na escolha do nicho de mercado é preciso analisar alguns aspectos que vão ajudar você a conhecer a fundo o seu mercado de atuação. Confira!

Mercado

Tenha paixão por aquilo que você faz. Parece óbvio, mas muitos empreendedores falham justamente por ignorarem esse conselho. Não há dúvidas de que, nos dias atuais, abrir um negócio se tornou mais acessível, principalmente no universo digital.

No entanto, independentemente do segmento que você escolher, a única coisa que vai garantir o sucesso da sua empresa é você demonstrar fascínio pelo seu negócio. Optar por um mercado baseado no impulso, ou porque ele simplesmente está em alta é um grande erro que pode comprometer seu tempo de permanência no mercado.

Afinal, mais cedo ou mais tarde as dificuldades e os desafios de ter um empreendimento acabam pesando na balança e, se você não tem paixão para ser usada como estímulo nesses momentos de dificuldade, as chances de ficar desmotivado e desistir são muito maiores.

Por isso, se você quer ser bem-sucedido, o primeiro passo para alcançar esse objetivo é encontrar um mercado no qual terá prazer em atuar. Mas lembre-se de que essa escolha deve ser feita de maneira racional, analisando os riscos e as oportunidades que o nicho oferece.

Habilidades e afinidades

Você já escolheu um segmento no qual tem prazer em atuar e provavelmente identificou o problema do seu público-alvo que precisa ser resolvido. Mas como fazer isso? A solução está em conhecer as suas habilidades e definir bem seus objetivos.

Para se tornar um especialista em um nicho de mercado, você precisa ter total domínio das suas habilidades e, principalmente, conhecer a fundo o seu ramo de atuação. Sendo assim, não poupe esforços para conseguir o conhecimento necessário sobre o assunto.

Por isso, busque encontrar as respostas para as seguintes perguntas:

  • Quais são as suas principais habilidades?
  • Em que área você se considera bom?
  • Aonde você espera que a sua marca chegue?
  • Que sentimento você deseja transmitir para o seu cliente por meio da sua marca?
  • Qual o propósito da sua marca?

Além desses questionamentos, é muito importante que você viva o que fala. Antes de ir até o cliente, teste as suas soluções em você mesmo e seja seu próprio case de sucesso.

Público-alvo

Insistimos em todo este guia como conhecer o público-alvo é essencial para atuar em um nicho de mercado, pois você precisa saber quais são suas dores para oferecer a solução certa para ele. Por isso, deve ser usado como base problemas reais.

Resolver um problema para o consumidor significa tirar um peso das suas costas e transformar a vida dele em algo melhor. Por isso, sempre vai existir alguém em busca de soluções e que, muitas vezes, estará disposto a pagar um pouco a mais por elas.

Sendo assim, o segredo para oferecer o melhor é: pesquise muito. Faça uma pesquisa de mercado, observe os comentários e buscas que as pessoas fazem na internet, tente descobrir o que os seus possíveis clientes esperam da sua marca, quais são suas dúvidas, necessidades, desejos e expectativas.

Qual a relação entre a escolha do nicho e o aumento dos lucros?

Escolher um nicho de mercado permite que a sua empresa se torne uma referência na sua área de atuação. Isso significa que, quando o seu público-alvo o reconhece como especialista, você tem a confiança deles. Ou seja, eles vão seguir as suas recomendações e se interessar em adquirir os seus produtos e/ou serviços.

Logo, fica claro que ter essa colocação vai refletir na lucratividade da empresa. Mas não se engane em achar que alcançar essa posição será uma tarefa fácil. Construir uma imagem de autoridade perante o público requer tempo, muita disposição e, sobretudo, foco.

Além disso, existem três ações que, quando aplicadas de maneira correta, vão ajudar você a ter o sucesso desejado, são elas:

  • invista em uma marca profissional: não adianta conhecer bem o seu público e não ter meios para entrar em contato com ele ou fazer isso de forma desleixada. Portanto, você deve ter em mente que toda a apresentação da sua marca deve ser desenvolvida de maneira que o cliente se identifique com ela. Por isso, o investimento em branding é fundamental nessa etapa;
  • produza e distribua conteúdo de qualidade: como comentamos brevemente, investir em marketing de conteúdo é essencial para construir a imagem da sua empresa, pois não existe maneira de mostrar domínio sobre um assunto do que repassando esse conhecimento para outros. Logo, quando o seu negócio ajuda na resolução do problema de uma pessoa, você constrói uma imagem de autoridade;
  • ofereça uma experiência única: todas as ações que sua empresa realiza, desde o marketing ao pós-venda, devem ter como objetivo proporcionar uma experiência única para o cliente. Sendo assim, para ser reconhecido como uma empresa de autoridade no seu nicho de mercado, busque sempre manter o profissionalismo e a coerência no atendimento.

Com base nessas informações, percebemos que escolher o segmento que você vai atuar é muito importante para o desenvolvimento do seu negócio. Afinal, com um nicho de mercado bem definido, os investimentos da sua empresa serão direcionados para o lugar certo, atraindo o cliente ideal e, consequentemente, garantindo o sucesso da sua empresa.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre o assunto? Então, assine a nossa newsletter e receba mais informações relevantes como esta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!