entidade de classe

Entidade de classe: o que é, como funciona e por que participar!

Os produtos não passavam uma semana nas prateleiras, e Pedro não podia estar mais satisfeito. O sonho de empreender, alimentado por anos, parecia ter dado resultado e, se continuasse assim, em pouco tempo poderia consolidar a segunda unidade do negócio. Mas, apesar dos números positivos, a situação não era fácil e bem que ele poderia ter uma ajuda. Por isso, recebeu a dica de alguns amigos empresários, mais experientes na região, para associar-se a uma entidade de classe.

Mesmo confiando nos amigos, Pedro não entendia como a decisão poderia ajudá-lo em seu negócio. Ele nem mesmo sabia o que era e o que fazia uma entidade de classe. Preparamos este artigo para ajudar o Pedro e você, que precisa encontrar formas acessíveis de ampliar suas competências gerenciais, adquirir conhecimentos básicos em legislação e reduzir a inadimplência e a carga tributária.

Então, siga com a leitura, pois, nas próximas linhas, você entenderá o que é uma entidade de classe e como ela pode ajudar na construção do seu negócio!

O que são entidades de classe?

Comecemos pela pergunta fundamental. De forma resumida, as entidades de classe são coletivos da sociedade civil destinados a proteger e representar seus associados. Essas instituições buscam sua fonte de legitimidade diretamente da Constituição Federal. O documento prevê a liberdade de associação para fins lícitos, conforme incisos do artigo 5º da Carta Magna, como podemos ver a seguir:

  • XVII: é plena a liberdade de associação para fins lícitos, vedada a de caráter paramilitar;
  • XXI: as entidades associativas, quando expressamente autorizadas, têm legitimidade para representar seus filiados judicial ou extrajudicialmente.

Esses órgãos apresentam um papel fundamental na defesa dos direitos e na construção do debate público em torno dos interesses da categoria.

É comum, por exemplo, nas matérias jornalísticas e audiências públicas da Câmara e do Senado, ouvirmos as falas de representantes da CDL e de outras entidades de classe, sempre colocando em pauta o interesse dos associados e do segmento de comércio e serviços.

Como funciona uma entidade de classe?

Na prática, as instituições desse tipo surgem a partir da união de alguns dos representantes da categoria, que buscam o apoio dos demais membros da mesma classe profissional. A partir do registro no órgão público competente, eles criam uma nova personalidade jurídica e realizam reuniões periódicas para entender os interesses e necessidades dos profissionais atendidos.

Essa entidade tem poder, previsto em lei, para representar jurídica, administrativa e politicamente em favor dos seus associados.

Mais do que isso, em função da força política e financeira dessa, a entidade de classe leva vantagem em comparação com o profissional sozinho na hora de negociar mudanças legislativas e vantagens comerciais. Com isso, elas têm um papel determinante na alteração de processos estatais que burocratizam e dificultam a vida do empreendedor.

Além disso, a entidade de classe, consciente dos principais problemas da categoria, organiza cursos e palestras e produz materiais que possam informar e instruir o associado nos principais desafios da sua categoria. Presta serviços essenciais para o desenvolvimento da empresa e cria a atmosfera de networking para que o profissional consiga contatos para alavancar seus negócios.

Por que devo me filiar a uma associação da categoria?

A partir do que foi dito no último tópico, é claro que a associação e a categoria são mais fortes quando mais associados se juntam. Pois, dessa forma, a entidade de classe pode se impor com mais força nos debates políticos, conseguir atenção da mídia e conquistar vantagens comerciais.

Por isso, quando você apoia a categoria e se associa à entidade de classe, cumpre um papel fundamental na conquista de direitos e benefícios para seu grupo e toda sociedade.

Além disso, quando associado, você pode contar com alguns benefícios exclusivos para associados, que apresentaremos no tópico posterior.

Quais são as vantagens e os benefícios dos associados?

Se associar a uma entidade de classe oferece alguns suportes ao lojista, amparando a administração. As vantagens variam conforme a entidade de classe da sua categoria empresarial e da associação a qual você se afilia, pois cada uma oferta benefícios personalizados aos associados. Mas listamos os principais pontos que você precisa saber, veja mais abaixo!

Acesso a produtos e serviços exclusivos

Um dos serviços mais demandados, pelos profissionais de uma entidade de classe são os planos de saúde para associados. Como o volume de adesões é muito maior, a entidade de classe, consegue um preço atrativo de cobertura médica e odontológica para o associado e seus dependentes.

No caso da CDL/BH especificamente, o associado tem acesso ao Sistema de Proteção de Crédito  SPC. Assim, o Pedro, personagem do nosso exemplo, pode consultar os registros do cliente antes de fazer uma venda parcelada, combater a inadimplência e até cadastrá-lo na lista de maus pagadores.

Cursos e programas de formação da categoria

Outro diferencial importante que faz muitos empresários e profissionais se filiarem a uma entidade de classe são as palestras, cursos e formações direcionadas à categoria. Por ser específicos e por abordarem os desafios da área, os cursos da associação costumam ser mais diretos e focados nas dificuldades cotidianas dos integrantes da categoria.

Existem, também, serviços de consultoria e auditoria, em que a entidade de classe analisa as especificidades do seu negócio e oferece uma solução personalizada para ampliar seus resultados, reduzir custos, aumentar o faturamento e prevenir ou combater a inadimplência.

Facilidade no networking

Uma entidade de classe inclui diversas empresas do mercado regional e do mesmo segmento. Então, é criado um espírito de comunidade e parceria entre todos aqueles que estão filiados a ela.

Tal característica confere como benefício a possibilidade de aproximação entre lojistas e negócios. Com isso, existe uma troca muito intensa de experiências, aprendizados, parcerias e negociações com lojistas.

Os filiados adquirem uma rede de contatos que podem ajudá-lo a prosperar, fortalecendo seu networking. Assim, além das possibilidades de colaboração, se torna mais fácil compreender a dinâmica do comércio local.

Assessoria jurídica

Todo administrador sabe a quantidade de burocracias e leis que devem ser seguidas à risca. Porém, não é fácil administrar todas as questões trabalhistas, tributárias e empresariais, pois é necessário muitos conhecimentos e tempo investido.

Uma boa entidade de classe oferece uma enorme gama de suportes para auxiliar o empreendedor a se manter dentro da legalidade. Atendimento ao filiado e orientação de um especialista são exemplos de ferramentas oferecidas para facilitar a gestão jurídica.

Assim, os associados contam com uma assessoria jurídica de qualidade e que entende as especificidades do negócio dele. Os problemas que acontecerem na empresa podem ser resolvidos rapidamente, contando com empenho e disponibilidade da entidade de classe.

Poder de negociação com o governo

O comércio local tem um enorme impacto na economia do país. Afinal, os lojistas contribuem com impostos, empregam pessoas e fazem dinheiro circular. Consequentemente, é esperado que o governo ofereça benefícios e auxílios para que esses negócios continuem e prosperem.

Para de fato conseguir amparo por parte do governo, é fundamental que exista uma mobilização de toda a classe ou todos os lojistas que movimentam uma região. Engajar tantas pessoas para requerer melhorias não é simples.

Uma entidade de classe tem como um de seus principais papéis atuar em causas desse tipo. A filiação consegue realizar contato direto com representantes no governo, impulsionando incentivos tributários, requerendo intervenções como melhoria do asfaltamento, da iluminação pública etc.

Programas de saúde e bem-estar

Muitas entidades de classe oferecem algumas medidas para impulsionar a saúde e a qualidade de vida dos associados. A associação consegue algumas parcerias estratégicas para dar esse suporte a um preço abaixo do mercado.

Assim, o empresário consegue ofertar planos de saúde para seus funcionários, melhorando a qualidade de vida no ambiente de trabalho, sem que seja necessário comprometer o financeiro da empresa.

Algumas outras vantagens, além do custo reduzido, são a ausência de carência, a facilidade de pagamento e todos os outros benefícios que a associação buscar oferecer aos filiados.

Qual é a diferença entre entidade de classe, sindicato e conselho profissional?

Com tudo isso, você pode se perguntar: qual a diferença entre uma entidade de classe, como a CDL, um sindicato, como o dos bancários, e um conselho profissional? Afinal, todas elas exercem um papel importante na busca por direitos e visibilidade para os profissionais associados. É decisivo entender como cada uma interfere e pode auxiliar em seus negócios, para buscar por tais benefícios. Vamos explicar a atuação e diferença entre elas, confira!

Entidade de Classe

Acontece que as entidades de classe são instituições independentes do Estado, cuja natureza é política e social e todos os recursos provêm da contribuição espontânea dos associados.

As entidades de classe representam seus associados, dialogando com o poder público para resolver questões que afetam o comércio local ou outra atividade. Assim, demandas e necessidades dos filiados são atendidas.

Também proporcionam serviços e consultorias especializadas aos interesses da categoria. Assim, uma espécie de comunidade voltada aos mesmos interesses é formada, provendo benefício e união entre toda a classe.

Quando devo procurar uma entidade de classe?

A Entidade de Classe deve ser procurada quando se está em busca de suporte de uma entidade para defender interesses e buscar medidas para ajudar sua gestão. Se você quer fazer parte da comunidade de negócios como o seu, a associação deve ser realizada com esse tipo de federação.

A filiação pode ocorrer para atender um grande leque de necessidades. De melhorias nos espaços públicos da sua região, ao suporte para cursos de aperfeiçoamento e serviços de apoio gerenciais. Ou seja, deve-se procurar por ela quando quiser se unir com um grupo interessado ao desenvolvimento da sua área.

Conselho Profissional

Os conselhos profissionais são entidades do governo para regulamentar e fiscalizar o exercício de uma profissão, como a medicina, no caso do CRM, e a Engenharia, fiscalizada pelo CREA.

O papel dos conselhos profissionais é o de pautar a ética e as funções de cada trabalhador da classe. Além disso, os órgãos fiscalizam se os filiados estão tendo comportamentos esperados para trabalhadores daquela área.

Conclusivamente, é o conselho quem julga se ações estão dentro ou fora das diretrizes da profissão, regula a atuação profissional, discute temas pertinentes à área e orienta os trabalhadores quanto às responsabilidades e deveres deles.

Quando devo acionar o Conselho Profissional?

Os conselhos de classe profissional devem ser procurados por trabalhadores cuja execução de sua profissão exige a participação para poder atuar. Por exemplo, médicos devem seguir uma sequência de normas e práticas comuns a essa área cuja ética é bastante importante. Por isso, para poderem atuar, devem estar com seu CRM em ordem.

O aprimoramento profissional também pode ser buscado juntamente a estas instituições, pois grande parte delas oferece cursos, congressos, discussões pertinentes aos profissionais da área e informações necessárias para uma boa execução da profissão.

Sindicatos

Os sindicatos realizam a reunião de indivíduos do mesmo segmento, seja ele econômico ou trabalhista. O objetivo é monitorar e intervir em questões da profissão, bem como a remuneração e os direitos oferecidos.

Na prática, a atuação do sindicato é bastante ampla. Reajustes salariais de uma categoria, cumprimento de leis de condições de trabalho, greves para pressionar por melhorias etc. são algumas das tarefas que esses órgãos desempenham.

A participação e filiação ao sindicato é totalmente facultativa. O trabalhador escolhe se deseja estar amparado por essa instituição, que o ajuda em problemas como o citado acima. A contribuição é realizada por meio de descontos na folha de pagamento.

Quando devo acionar o sindicato?

Como explicamos acima, os sindicatos têm como uma de suas funções primárias negociar condições de trabalho e de remuneração entre patrões e empregados. Assim, deve ser acionado quando o empregado se sentir lesado no ambiente de trabalho ou acreditar que regras e salários da categoria precisam ser discutidos novamente.

A empresa deve entrar em contato com o sindicato para repassar a filiação ou contribuição de seus funcionários. Também pode procurar o órgão para saber maiores especificidades dos trabalhadores do setor, ou negociar diretrizes trabalhistas de uma categoria.

Como posso participar de uma entidade da minha categoria?

A partir de tudo que foi citado, é claro que a associação se fortalece com seus associados para cumprir sua função social e defender os interesses da sua categoria. Via de regra, esses coletivos profissionais têm em sua página na internet os procedimentos para se filiar e as vantagens para tornar-se associado, além da lista de benefícios.

Uma entidade de classe é então um coletivo de pessoas de uma mesma categoria profissional, unidas em torno da luta por direitos e defesa dos interesses de uma categoria. Fora isso, as entidades de classe prestam serviços importantes para que o associado possa evoluir como profissional. Essas instituições são de extrema importância para fortalecer o mercado local e trazer voz e união aos empreendedores de um segmento.

Nosso texto ajudou a conhecer uma forma de impulsionar o seu empreendimento? Compartilhe com seus parceiros nas redes sociais! Assim, você promove uma rede de negócios engajados para melhorar o comércio local, aprimorar conhecimentos e desenvolver constantemente o desempenho do empreendimento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!