Saúde do trabalhador: entenda os impactos na sua empresa!

Em tempos de competitividade acirrada do mercado, os gestores se veem cada vez mais compelidos a encontrar um diferencial, alguma característica que os mantenha no topo da lista de negócios bem-sucedidos. Porém, muitos deles ainda negligenciam um elemento crucial: a saúde do trabalhador.

Apenas com esse tema é possível aumentar a produção e a qualidade, reduzir custos, atrair os melhores profissionais e parceiros  enfim, é possível potencializar bastante os seus resultados. Quer entender de uma vez por todas os impactos que a aposta em melhorias na saúde asseguram a qualquer modelo de empresa?

Então siga a leitura e confira!

O que diz a lei sobre a responsabilidade da empresa com a saúde dos funcionários?

A preocupação com a saúde do trabalhador não surge apenas da iniciativa dos empregadores: a legislação pátria e, especialmente, a trabalhista estabelecem algumas regras para assegurar a segurança do trabalho e prevenir doenças ocupacionais.

A Constituição Federal de 1988, por meio de normas de saúde, indica o dever do empregador de buscar a redução de riscos inerentes ao ambiente laborativo  objetivo este que só é alcançado quando são respeitadas as normas de higiene e segurança.

De acordo com a atividade exercida, também haverão normas técnicas específicas e que podem gerar punições caso sejam desrespeitadas, tais como:

  • o uso de equipamentos de proteção individuais próprios;

  • padronização de comportamentos;

  • limitação da jornada de trabalho.

Além de cumprir as normas de segurança, a empresa também deve fiscalizar o seu cumprimento por parte dos funcionários, bem como facilitar o controle de obediência às normas pelos órgãos competentes.

Como a saúde dos empregados afeta a empresa?

Eleva a produtividade

O aumento da produtividade dos funcionários é um fator que está intimamente ligado à adoção e ao incentivo de práticas saudáveis no ambiente de trabalho. São medidas que proporcionam aos colaboradores, de modo geral, a estabilidade física e emocional necessária para manter acesa a sua motivação.

Pensar no investimento em ações de saúde é sinônimo de proporcionar uma melhor qualidade de vida àqueles que são indispensáveis ao pleno exercício da sua atividade comercial.

O funcionário que usufrui de ginástica laboral, alimentação balanceada durante a sua jornada de trabalho e plano de saúde, por exemplo, trabalha com menos estresse e mais equilíbrio. Como sabemos, quem trabalha com tranquilidade rende muito mais.

Aumenta a qualidade do trabalho realizado

Outro benefício estratégico que os cuidados com a saúde acarretam é o impulso na qualidade dos processos de produção. Preocupar-se com o bem-estar gera um ambiente mais harmônico e induz a vontade de produzir cada vez melhor.

Ou seja, proporcionar um bom clima mantém vivo o desejo dos colaboradores de continuar aperfeiçoando a própria atuação — e não é só o desempenho individual que ganha, a empresa será muito beneficiada com isso.

Diminui os afastamentos do trabalho

Adotar medidas para assegurar a saúde dos empregados também é um excelente caminho para reduzir custos. Quando os membros da sua equipe estão saudáveis, o número de acidentes e doenças relacionadas ao exercício da função certamente diminuem. Ademais, as vantagens trazidas são:

  • time menos desfalcado, eliminando a necessidade de adaptações; 

  • menor índice de remanejamento de pessoal;

  • diminuição do número de indenizações pagas.

Como a saúde do trabalhador pode reduzir o turnover?

A mão de obra consiste em um dos bens mais importantes que uma empresa pode ter. Nesse sentido, a rotatividade do quadro de funcionários é determinante para o bom ou mau funcionamento do negócio.

Por isso, não basta recrutar os melhores profissionais na formação sua equipe se não há projetos para engajá-los e reter esses talentos na empresa. Quem não disponibiliza um ambiente que no qual eles se sintam confortáveis e entusiasmados terá como resultado uma taxa de turnover bem acima do recomendado.

Mais uma vez, a preocupação com a saúde do trabalhador entra como elemento-chave à estratégia para evitar a alta rotatividade de funcionários. Os melhores profissionais sempre serão muito requisitados e o que fará a diferença para que sua proposta seja escolhida são os benefícios que a empresa oferece.

Ter um programa de promoção da saúde demonstra, por exemplo, que existe um comprometimento para com os seus funcionários, causando-lhes o sentimento de valorização e acolhimento.

Como a empresa pode contribuir para o bem-estar dos seus funcionários?

Implementando um projeto de incentivo à atividade física

A repercussão da prática regular de atividade física ultrapassa a saúde corporal do indivíduo, atingindo igualmente o seu bem-estar mental — eles têm maior disposição para produzir e a criatividade é aguçada. Por isso é tão importante que o empregador incentive esse hábito nos seus funcionários.

Por essa razão, procure estabelecer parcerias com academias e oferecer descontos para os empregados que quiserem se matricular. Contudo, lembre-se de dar preferência a empresas que forneçam uma vasta gama de atividades para contemplar os variados perfis de colaboradores da sua empresa.

Trabalhando a cultura organizacional para focar na saúde

Para que as ações direcionadas à saúde do trabalhador sejam efetivas, é preciso implementar uma mudança cultural. Desenvolva uma gestão que cultive a qualidade de vida como valor essencial e incentive os colaboradores a adotar essa ideia.

A melhor maneira de persuadi-los é destacando alguns comportamentos fundamentais ao seu dia a dia. Podemos listar exemplos como:

  • disponibilizar um espaço de descanso, se possível com opções de lazer;

  • pontuar os empregados que já praticam atividade física;

  • investir em ergonomia;

  • incentivar o consumo de alimentos saudáveis durante a jornada de trabalho;

  • realizar eventos de prática esportiva.

Com a ajuda desses e de vários outros estímulos aos cuidados com a saúde você conseguirá elevar os padrões e os resultados da sua empresa.

Contratando um plano de saúde

Poder contar com um plano de saúde é um benefício que deixa os funcionários bastante satisfeitos, especialmente se a vantagem se estende aos familiares. Eles sabem que terão a quem recorrer na eventualidade de alguma doença e isso também os incentiva a cuidar da saúde com maior regularidade.

O sucesso de uma empresa pode ser influenciado por inúmeros fatores e, dentre eles, a saúde do trabalhador estimula o melhor desempenho de cada um e reduz de custos. Funcionários bem cuidados adoecem menos, se sentem valorizados e estarão dispostos a doar o máximo de seus esforços em prol de melhores resultados.

E então? O que achou do post? As informações foram úteis para demonstrar a importância de desenvolver hábitos saudáveis na sua equipe? Para receber outras dicas exclusivas como estas em seu e-mail, assine agora mesmo a nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!