Entenda como uma assessoria jurídica pode ajudar a sua empresa

Entenda como uma assessoria jurídica pode ajudar a sua empresa

Para uma empresa se manter no mercado, ela precisa contar com suporte em diversas áreas. Por exemplo: é crucial estar assistida judicialmente por uma assessoria jurídica que ajudará o negócio a evitar prejuízos e também a prevenir problemas que possam advir da legislação.

A questão é: em quais outras frentes a assessoria pode ajudar uma empresa? A seguir, você descobrirá as principais vantagens de contar com ela. Mas antes vamos esclarecer o que é e como ela atua. Confira!

O que é a assessoria jurídica?

A assessoria jurídica pode ser definida como o acompanhamento profissional do cotidiano de organizações e pessoas físicas que possuem um grande volume de transações comerciais e ações judiciais.

A principal finalidade dela é o desenvolvimento de ferramentas que ajudarão a empresa a executar todas as tarefas diárias que precisem passar por procedimentos legais, garantindo a responsabilidade por parte da companhia.

Sendo assim, o serviço cobre várias áreas do direito, como:

  • Direito empresarial;
  • Direito civil;
  • Direito trabalhista;
  • Direito contratual, entre muitas outras.

Como envolve diversos segmentos, é fundamental que o advogado responsável por desenvolver a assessoria tenha um contato próximo com os diferentes setores que envolvem a organização e tenha uma noção administrativa. Isso o ajudará a desenvolver um trabalho mais assertivo e a alinhar a empresa segundo a legislação.

Como ela funciona?

A assessoria jurídica pode atuar de duas maneiras: contenciosa ou preventiva. Na primeira, o advogado será responsável por representar a empresa diretamente nos tribunais, bem como nos órgãos públicos de administração. Já a segunda maneira vem crescendo bastante nos últimos tempos dado o trabalho que envolve previsão de riscos, evitando problemas para a empresa no que diz respeito à jurisdição.

No geral, podemos delegar algumas das funções que cabem à assessoria jurídica. Entre elas, estão:

Prevenção de riscos

O trabalho preventivo atua justamente nessa frente. A ideia é evitar que a empresa corra risco de processos judiciais e multas onerosas. Ou seja, o profissional será responsável por desenvolver um trabalho, por exemplo, na área trabalhista (o que inclui admissão e demissão) para que a organização siga a lei e evite problemas judiciais.

Interpretação de leis

O sistema empresarial brasileiro é bastante burocrático e, se um empresário tiver que saber tudo sobre o assunto, ele não conseguirá focar no core business da organização, certo? A função do assessor jurídico é justamente oferecer o suporte de interpretar leis e levá-las aos seus clientes de maneira que o entendimento delas e a aplicação delas seja mais fácil. Isso é fundamental, por exemplo, na hora de fechar contratos com fornecedores.

Confecção de contratos

Como citamos no tópico acima, o assessor será responsável por fazer a interpretação das leis e a leitura delas para os seus clientes. No entanto, o seu trabalho não está restrito a isso, pois ele também é encarregado de elaborar contratos e identificar cláusulas que são arriscadas nos contratos assinados por seus clientes, prevenindo problemas futuros.

Atuação estratégica

A legislação é passível de mudanças e é responsabilidade da assessoria jurídica atualizar a empresa para que ela se mantenha em dia com as suas obrigações. Isso nos leva a outra função do trabalho jurídico: a de ajudar a empresa a tomar decisões estratégicas segundo a base legal vigente no país. Ou seja, é prestado um trabalho de consultoria, fundamental para as empresas que desejam atuar com maior eficácia.

Quais as vantagens de ter uma assessoria jurídica?

A assessoria jurídica tem várias funções dentro de uma empresa, como mostramos anteriormente. Agora, é hora de falarmos sobre as vantagens trazidas por ela para dentro das organizações!

Tranquilidade legislativa para a empresa

Uma das maiores facilidades proporcionadas pela assessoria é justamente prover tranquilidade para que os gestores possam focar nas atividades principais do negócio.

Logo, o assessor é uma fonte sobre as novidades que surgirem na legislação e a responsabilidade de repassar isso à empresa faz com que ela corra menos riscos de cometer alguma falha que a possa prejudicar diretamente, como multas altas. Afinal, toda atividade é premeditada e antecipada.

Menor custo para o empresário

Quando uma empresa age em caráter contencioso, os gastos com ações aumentam consideravelmente. Isso porque os custos com processos judiciais costumam ser bastante altos, logo, a assessoria jurídica atua para prevenir esse tipo de problema.

Ou seja, a despesa que ela representará mensalmente ao negócio é menor do que o custo que a empresa teria com ações na justiça. Isso faz com que a contratação do serviço seja, na verdade, um investimento.

Segurança ao firmar contratos

Outro benefício diz respeito à segurança ao firmar contratos. Além de ser responsável por elaborar os documentos, o assessor terá a função de fazer uma análise apurada em todos os acordos que a companhia assinará com fornecedores ou outros.

Muitas pessoas não sabem, mas, depois de assinado, é complicado fazer mudanças no contrato. Logo, antes de fazer isso, é crucial entender sobre os direito e deveres do negócio e como ambos os lados poderão ser beneficiados, sem que para isso seja preciso incorrer à justiça.

Apoio nas decisões

Como dissemos, uma das principais funções do assessor é dar suporte nas decisões da empresa. No entanto, o trabalho não se restringe a isso. Ele é um apoio para que a empresa esclareça as suas principais dúvidas e possa agir com eficácia.

Algumas decisões são mais simples, mas é imprescindível contar com esse apoio naquelas que exigem maior atenção por parte da empresa. Afinal, é por meio dele que o negócio será resguardado e poderá crescer.

A assessoria jurídica é mais do que necessária para uma empresa. Por isso, é fundamental que o empresário contrate um profissional de confiança e que, de fato, fará um trabalho que o ajudará no desenvolvimento do seu negócio. Assim, ele poderá manter um relacionamento de confiança, fazendo com que ambas as partes atuem rumo aos mesmos propósitos.

E então, gostou do nosso artigo de hoje? Ainda tem alguma dúvida sobre a atuação do assessor ou as vantagens proporcionadas por ele a uma empresa? Deixe o seu comentário e esclareça as suas dúvidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!