Como ter maior segurança nas transações eletrônicas da sua empresa?

Como ter maior segurança nas transações eletrônicas da sua empresa?

Atualizado em 15/07/2019

 É fato que a internet trouxe mais comodidade e agilidade na realização das mais diversas atividades do cotidiano. Porém, para garantir que toda essa praticidade oferecida pelos meios digitais valha a pena, é preciso estar atento a uma questão fundamental: a segurança digital. Você faz transações eletrônicas na sua empresa?

À medida que novos serviços se tornam disponíveis online e atraem mais pessoas para esse tipo de plataforma, cresce também o interesse de indivíduos maliciosos que tentam, a todo o momento, se apoderar de informações confidenciais para tirar vantagem. E como era de se esperar, as pessoas jurídicas se tornaram os principais alvos desse tipo de ação.

Nesse contexto, a segurança digital se tornou uma medida de ordem para garantir a confiabilidade e a confidencialidade das transações eletrônicas da empresa. Negligenciar esse fato é dar margem para graves riscos e danos às atividades do seu negócio.

No post de hoje, mostraremos o que você pode fazer para aumentar a segurança nas transações eletrônicas do seu empreendimento. Continue a leitura e confira nossas dicas!

O que são transações eletrônicas?

O primeiro passo para compreender de fato como se proteger, é entender o que significa, na prática, uma transação eletrônica. O conceito é bastante simples, mas seu entendimento traz uma visão melhor dos riscos aos quais sua empresa fica exposta.

Atualmente, todos os empreendedores buscam uma maior agilidade para realizar seus processos e tornar o negócio mais competitivo. Nesse cenário, as transações digitais deixaram de ser apenas bancárias.

Todas as operações que podem ser realizadas virtualmente são chamadas de transação eletrônica. Assim, qualquer pagamento de contas, operação bancária, contratação de serviços, compras online etc oferecem brechas de segurança.

Em um mercado rápido e difícil, abdicar da comodidade de realizar serviços antes demorados via computador é inviável. Por isso, é necessário buscar métodos para continuar fazendo transações eletrônicas, evitando perigos.

Quais são os perigos das transações eletrônicas?

Ao realizar transações eletrônicas sem alguns cuidados, você expõe sua instituição aos riscos provenientes da web. Existe uma visão antiquada de que esse tipo de crime está restrito apenas aos filmes e as grande corporações. Invasões e fraudes se aproximam cada dia mais do quotidiano de pequenas empresas. Vamos explicar mais sobre o assunto, confira a seguir!

Sequestro de dados da empresa

O sequestro dos dados de empresas acontecem com frequência hoje em dia. O ato virtual se popularizou nos últimos anos e ele depende de falhas em transações eletrônicas.

O crime consiste em invadir o sistema de um negócio e remover ou trancar todos os documentos, programas e bancos de dados disponíveis. Mediante o fato de as empresas precisarem de todo aquele conteúdo para seguir com seus trabalhos, os ladrões realizam chantagens. Assim, para obter todo seu conteúdo de volta, é cobrado resgate.

 

Roubo de informações

Na era da informação, quem dispõe desse recurso sai na frente. Pesquisas recentes mostram que 60% das grandes empresas já sofreram incidentes de roubo de informação e vazamento de dados.

Embora acontecimentos do tipo pareçam reservados à grandes corporações, eles já começam a se estender ao universo das pequenas e médias empresas. Com os avanços da tecnologia, os casos só se tornam mais corriqueiros.

Para se manter competitivo no mercado e ter condições de concorrer com os demais negócios, é fundamental ter sigilo sobre seus processos, fornecedores, dados e rotina administrativa.

Fraudes bancárias

As fraudes bancárias não são uma novidade. Elas ocorrem há muito tempo e acontecer de diferentes maneiras. Uma das formas usadas pelos criminosos é descobrir as suas informações.

Um ambiente online sem segurança é um meio excelente para que esses dados sejam roubados. Em uma rede sem proteção, ao realizar transferências e outras operações em bancos online, hackers podem conseguir acesso às suas credenciais.

Também existe a possibilidade de, por descuido, cadastrar seus dados em um site suspeito, ou usar o banco por meio de um link não confiável. Todas essas hipóteses podem culminar em um grande rombo financeiro para as contas do negócio.

Como aumentar a segurança nas transações eletrônicas?

Todos os problemas mencionados acerca das transações eletrônicas são muito preocupantes. Contudo, não é necessário parar de fazer esse tipo de operação. Existem medidas bastante eficazes, que permitem que tudo ocorra sem gerar problemas para sua empresa. Seguindo passos simples, você evita brechas que permitem invasões. Veja o que fazer!

Utilize a criptografia

Atualmente, muitos varejistas têm se preocupado em estabelecer um nível mais elevado de segurança em suas atividades. Afinal, eles sabem que os prejuízos de uma invasão podem facilmente ultrapassar os valores financeiros e atingir também a imagem e a reputação do estabelecimento.

É por isso que a criptografia é, hoje, um dos principais mecanismos de proteção em ambientes virtuais. A função principal dessa tecnologia é tornar a comunicação de dados entre o servidor do site e o visitante mais confiável e menos suscetível à quebra de sigilo das informações.

O sistema opera embaralhando os dados que são transacionados. Isto é: ainda que alguém de má fé consiga ter acesso a eles, não será possível conhecer seu conteúdo, pois todos vão estar encriptados em forma de códigos e sinais (que só são traduzidos com as chaves corretas).

Tenha bons sistemas de proteção

Outro cuidado importante na hora de otimizar a segurança nas transações online de seu negócio é sempre dispor de bons sistemas de proteção. O mercado de segurança digital está bastante vasto e oferece uma gama de recursos, softwares e profissionais especializados em monitorar toda a proteção de suas movimentações online.

Sistemas de antivírus, credenciais de acesso e protocolos de segurança, entre outros, devem fazer parte da rotina de um negócio bem estruturado. Tudo isso, quando usado em conjunto, tem potencial para evitar invasões externas.

Além disso, invista para que esses sistemas estejam sempre operando em acordo com as novas tecnologias de proteção e, também, com o nível de sofisticação dos hackers e softwares de invasão. Afinal, a tecnologia avança rápido, tanto para fins lícitos quanto para os ilícitos.

Considere migrar para a nuvem

Atualmente, o conceito de computação em nuvem atingiu uma proporção gigantesca, abarcando uma grande quantidade de serviços — inclusive a hospedagem de sites e o fornecimento de servidores remotamente.

Muitos empresários acreditam que esse tipo de recurso é demasiadamente oneroso e acessível apenas às grandes corporações. Porém, isso é um erro, pois a cloud computing tem se mostrado compatível a todos os tipos de negócio.

No que diz respeito à segurança das informações, utilizar sistemas em nuvem também representa uma grande vantagem. Em vez de manter um servidor dentro das instalações físicas da empresa, sujeito a invasões físicas e virtuais, migrar para a nuvem representa mais proteção.

Hoje, as grandes prestadoras desse serviço dispõem dos mais modernos sistemas de segurança rodando em tempo integral. Além disso, elas também contam com profissionais de TI especializados na proteção de toda a infraestrutura — seja física ou virtual — e que monitoram ativamente cada alteração, reduzindo a praticamente zero os riscos de invasão.

Mantenha o sistema operacional atualizado

Os sistemas operacionais também oferecem algumas brechas de segurança para que vírus maliciosos se instalem nos computadores. No entanto, conforme essas falhas são percebidas e exploradas, esforços são empregados pelos fabricantes para corrigi-las.

Assim, as novas versões eliminam os antigos erros de segurança e tornam o sistema cada vez mais seguro. Consequentemente, se manter usando versões antigos é escolher se expor à riscos, pois tais brechas são bem conhecidas pelos criminosos.

Uma grande dica para realizar transações eletrônicas em segurança é sempre usar a última versão disponível do seu sistema operacional. Além disso, é preciso executar todas as atualizações disponíveis.

Crie políticas de segurança na empresa

Todos os colaboradores e pessoas com acesso ao sistema da empresa podem ser responsáveis por colocar a segurança do negócio em risco. Muitas vezes, por falta de informações sobre os perigos, usuários cometem ações que deixam o sistema vulnerável.

Para isso, seu empreendimento precisa ter políticas de segurança bem definidas. Elas devem capacitar todos os envolvidos nos processos sobre quais são os perigos das transações eletrônicas. Também é importante falar sobre como as ameaças se infiltram nas máquinas.

Protocolos para o uso dos computadores devem ser criadas. Elas são responsáveis por guiar ensinar os usuários a manterem posturas e atitudes corretas para fazer as tarefas nos computadores do ambiente de trabalho.

Como a certificação digital ajuda nas transações eletrônicas?

Falar em certificação digital é, sem dúvida, se referir a um dos métodos mais confiáveis para garantir a integridade das informações transacionadas em ambientes virtuais. Por meio desse mecanismo de proteção, o cliente sabe que está navegando em um site genuíno (e não em uma cópia). Entender sobre essa ferramenta é um grande passo dado em direção à uma empresa segura para realizar transações eletrônicas. Quer entender por quê? Continue a leitura!

Saiba o que há por trás de um certificado digital

Em linhas conceituais, o certificado digital nada mais é do que uma assinatura com autenticidade e validade jurídica, desenvolvida para garantir a proteção de transações eletrônicas e outros serviços realizados na internet. É ele que permite que pessoas — físicas e jurídicas — se identifiquem de forma confiável e ágil de qualquer parte do mundo.

As empresas que utilizam essa tecnologia recebem um grande reforço em pontos como segurança, autenticidade, confidencialidade e integridade das informações que circulam em meios digitais.

Funcionando como uma identidade eletrônica, o sistema permite a quem quer que acesse uma página ou realize um serviço ter a certeza de que está no endereço certo. Além disso, o visitante saberá que não corre riscos ao informar dados pessoais e bancários, como é comum em compras na internet.

Veja as vantagens de usar certificado digital

O uso do certificado digital muda o status de segurança da sua empresa. Com ele, todas as transações eletrônicas são feitas em um ambiente de maior confiabilidade. Além disso, ele é um grande verificador de autenticidade. Descubra os grandes benefícios dessa ferramenta!

Passe confiança aos usuários

A principal vantagem da certificação digital é a confiança passada ao usuário da página. Ao visualizar que o endereço acessado têm a certificação, como dito, o cliente acaba se sentindo mais seguro em realizar uma transação.

Aumente as vendas

Como reflexo desse ganho de confiança, a empresa pode experimentar um aumento nas vendas. Além disso, há também que se considerar que a certificação reduz significativamente o número de fraudes em ambientes virtuais, como a apropriação de dados pessoais e bancários por meio de sites falsos.

Evite fraudes

Com a assinatura efetuada com uso do certificado digital, fraudes são evitadas. Todos os documentos da empresa só são reconhecidos como válidos quando contém assinatura dessa chave única. É praticamente impossível de qualquer usuário malicioso não permitido conseguir roubar sua assinatura.

Garanta agilidade

Usando um certificado digital, qualquer documento emitido eletronicamente pela empresa tem a validade igual a de qualquer documento físico que tenha sido autenticado em cartório. Consequentemente, deslocamentos para assinar contratos e firmar acordos são totalmente dispensados. O empresário pode fazer tudo a partir da empresa, usando apenas um computador. E o melhor é que tudo isso ocorre sem riscos.

Aprenda como escolher o melhor certificado digital

Para ter a proteção que um certificado digital proporciona não basta escolher qualquer um. É preciso que essa decisão seja feita com alguns critérios, para que a necessidade da sua empresa seja devidamente atendida. Vamos ensiná-lo o que levar em consideração.

Verifique o tipo

Existem diversos tipos de certificados digitais que garantem a segurança na comunicação de dados dentro da página, sendo que cada um deles emprega um nível diferente de confidencialidade. Por isso, antes de optar por um ou outro, é essencial saber que, para a autenticação de uma página, os mais comuns são:

  • validação de domínio;
  • validação de instituição;
  • validação estendida.

Entenda a necessidade

A necessidade da empresa deve servir de parâmetro para a aquisição. Caso o negócio necessite apenas de um mínimo de segurança para o seu site, por exemplo, a validação de domínio é suficiente.

Porém, se a necessidade for realizar vendas online ou receber pagamentos, dados e informações de clientes, deve-se considerar um certificado de validação da empresa. Já se houver demanda para um certificado mais robusto, que transmite mais credibilidade e ofereça um nível maior de sofisticação na segurança, o indicado é optar pelo de validação estendida.

Conheça a certificadora

Outro ponto importante é verificar a empresa que vai emitir o seu certificado digital. Afinal, o documento tem como responsabilidade garantir a segurança nas transações digitais da sua empresa e permitir que você passe mais credibilidade. Logo, a certificadora deve ter referência no mercado, além de estar em dia com todas as normas do ICP-Brasil.

Por fim, garantir a segurança nas transações eletrônicas da empresa é, hoje, uma necessidade. Portanto, investir em sistemas de proteção e certificação digital é uma recomendação válida para todos os tipos de negócio que lidam com informações sensíveis em ambientes virtuais. Faça a sua parte e não coloque suas operações em risco.

Nosso conteúdo ajudou você a enxergar a importância de manter sua empresa segura? Quer contar com um parceiro especializado para ajudá-lo a não correr riscos? Entre em contato conosco e conheça nossas soluções de certificados digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!