Mulher gravando um vídeo, que faz parte de uma das estratégias de marketing para um empresa bem sucedida

8 estratégias de marketing que sua empresa deve adotar em 2019

Todo empresário deseja ver a sua empresa crescendo e conquistando cada vez mais espaço no mercado. É preciso lembrar que ter um plano de alavancagem empresarial é algo imprescindível para quem pretende alcançar novos patamares de desenvolvimento. Nessa perspectiva, as estratégias de marketing podem ser excelentes aliadas nesse processo.

É comum que muitos empreendedores tenham dificuldade em transpor ideias de marketing para a realidade do seu negócio. Por isso, há a necessidade de uma análise profunda e direcionada de qual é a melhor estratégia para o alcance de público e a divulgação da empresa.

Pensando nisso, elaboramos este material com todas as informações que você precisa saber sobre as estratégias de marketing. Transformação digital, inbound marketing, e-mail marketing, landing pages, SMS marketing: você já tem conhecimento do que esses termos significam? Já sabe utilizar esse tipo de estratégia?

Continue a leitura deste artigo para ficar por dentro de tudo isso. Assim, o seu negócio estará pronto para chegar a outro patamar de gestão!

1. Produção de conteúdo

O inbound marketing corresponde à produção de conteúdo para web. O que isso quer dizer? Em primeiro lugar, há a necessidade de se compreender o que é tráfego orgânico e tráfego pago. Nessa lógica, o seu negócio pode conseguir visibilidade no mundo online pelo uso de algumas estratégias de marketing envolvendo as 2 fontes de tráfego citadas.

A diferença entre elas é bastante simples. O tráfego orgânico é uma forma de prospectar clientes com o fornecimento de materiais e geração de conteúdos que atraiam essa audiência para o seu blog, para as mídias sociais ou outra estrutura de captação de leads.

Já o tráfego pago permite a mesma divulgação, mas ela é feita com a veiculação de anúncios direcionados para o seu público comprador em potencial. Como o próprio nome diz, é necessário investir recursos financeiros para custear esse processo.

Essa é a diferença crucial entre as 2 estratégias. Uma é caracterizada pela sua perenidade e pelo menor custo de produção, enquanto a outra é mais escalável. A produção de conteúdo também é uma excelente ferramenta se o seu nicho de atuação ainda for incipiente ou recente no mercado.

Você sabe o porquê disso? Esse fato decorre do problema que algumas novas áreas de atuação emergentes ou inovadoras têm. Com isso, é preciso educar os seus consumidores antes de demonstrar de que modo a sua empresa pode solucionar questões e ajudá-los.

Um exemplo clássico é o caso do varejo de produtos PET. Isso ocorre porque muitas pessoas não conhecem alguns itens que são lançados nesse nicho. Há desde perfurmes a rastreadores para os animais. Então, é preciso conscientizar o cliente sobre as vantagens e traçar estratégias de como a utilização do produto pode ser vantajosa.

Nesse cenário, as corretoras independentes que foram surgindo optaram por educar e conscientizar os seus clientes em potencial sobre as outras oportunidades de investimento. As estratégias de marketing são importantes aliadas a esse processo de captação e informação aos seus compradores. Pense nisso!

2. Influenciadores e microinfluenciadores digitais

Atualmente, as redes sociais são o novo local de relacionamento e entretenimento. Essas novas ferramentas estão conseguindo gerar um engajamento muito superior ao da televisão ou de qualquer outro veículo de comunicação.

Dessa forma, há alguns influenciadores digitais com grande relevância nas redes sociais. Além disso, eles mantêm um grande grupo de pessoas interessadas nos produtos que eles utilizam. Isso pode ser uma excelente plataforma de divulgação das soluções ofertadas pela sua empresa.

Com uma estratégia de marketing bem acertada, é possível transformar esse público em consumidores fiéis da sua marca. Há uma ampla gama de influenciadores digitais no mercado — alguns têm milhões de seguidores, enquanto outros têm milhares.

Observando rapidamente essa informação, é provável que algumas ideias controversas surjam. Não quer dizer, necessariamente, que por ter milhões de pessoas acompanhando a sua conta, todas elas são engajadas. Ou seja, esse público seria “frio”. Isso é utilizado no marketing digital para demonstrar a possibilidade de evolução do cliente na jornada de compra.

Já um público “quente” é aquele com grandes chances de adquirir algum produto ou serviço do seu negócio. Então, o empreendedor deve se esforçar para analisar com profundidade as características dos seguidores do influenciador digital. Depois disso, fica mais fácil direcionar as estratégias de modo a ser o mais incisivo possível na abordagem.

Os setores de moda e decoração são grandes exemplos de como é possível usar toda a rede dos influenciadores e microinfluenciadores para conseguir realizar mais vendas. As redes sociais têm diversos tipos de temas que movem a ampla gama de seguidores: futebol, moda, artes, notícias etc.

Nesse cenário, os temas de moda e decoração despontam como um dos principais assuntos. Muitas pessoas utilizam as redes sociais e os seus influenciadores para aprenderem novos looks ou como deixar a sua casa ainda mais linda. Há ainda muita procura por dicas de decoração envolvendo planejamento.

Tudo isso gera um cenário favorável para contar com um bom influenciador digital. Não se esqueça de procurar parceiros que tenham uma audiência em sintonia com os produtos vendidos pela sua empresa. Ninguém quer vender carne para vegetariano, não é verdade?

3. Produção de vídeos

Outra estratégia de marketing muito interessante é a produção de vídeos. Alguns canais de distribuição, como o próprio YouTube, são ferramentas indispensáveis para quem deseja divulgar seu negócio.

O ponto inicial para saber como gerar a produção de vídeos é a definição do objetivo da campanha. Isso é muito importante para que você saiba qual é a melhor forma de gerar conteúdos direcionados ao estágio de entendimento dos clientes.

Isso funciona como um funil de vendas, ou seja, existem etapas determinadas para ofertar conteúdos um pouco mais aprofundados e específicos. Por exemplo: se o objetivo for captar possíveis pessoas interessadas na sua empresa, os vídeos devem ser menos detalhados.

Desse modo, o cliente interage de forma mais harmônica e há a redução significativa da barreira de entrada. Isso pode ser um impedimento muito perigoso às suas estratégias, pois se o conteúdo for muito denso e de baixa qualidade, o cliente já pode parar de assisti-lo no início.

4. Landing pages

Você já ouviu falar sobre as landing pages? Elas são páginas de captura, principalmente de e-mail, fundamentais para as estratégias de e-mail marketing — no próximo tópico você vai aprender tudo sobre e-mail marketing!

Voltando às landing pages, é preciso destacar que elas quase sempre oferecem uma “isca” ou recompensa digital para quem fornece o e-mail. E-books e outros materiais são amplamente utilizados nessa estratégia.

O funcionamento é muito básico: o cliente inclui o seu e-mail em um campo de preenchimento. Logo em seguida, ele terá acesso ao material indicado na LP diretamente na sua caixa de entrada.

Agora, há uma novidade com o uso de bots (robôs para envios de mensagens), que ampliaram as captações das landing pages. Tudo isso se deve ao fato do número de telefone celular é uma informação valiosíssima.

As landing pages são ferramentas que não podem faltar nas suas estratégias de marketing!

5. E-mail marketing

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como as landing pages são importantes, vamos demonstrar a aplicabilidade do uso do e-mail. Como toda informação de contato, essa é uma forma de se relacionar e se comunicar com uma audiência.

Nessa análise, é possível criar uma lista de e-mails para campanhas de e-mail marketing. Isso faz com que haja campanhas rotineiras de vendas. O e-mail marketing é uma ferramenta de grande alcance e que impacta um bom número de pessoas.

Uma recomendação importantíssima para o empreendedor que pretende trabalhar a sua lista de forma eficiente é contar com o copywriting. Você sabe o que é essa técnica? Apesar do nome parecer algo complicado, a copy é uma forma de escrever cartas de vendas e e-mails persuasivos.

Lembre-se que a persuasão é uma característica indispensável para fazer com que o cliente em potencial se interesse pela solução ofertada. Então, o empresário precisa ter em mãos algumas estratégias de convencimento e o uso de gatilhos mentais com o objetivo de convencer e eliminar objeções — tudo isso ocupando algumas linhas no seu e-mail.

A campanha se torna cada vez mais eficiente quando há uma técnica de copywriting bem implementada. Testes também são pontos indispensáveis para quem pretende crescer com o e-mail marketing.

O uso de um bom software de automação também é outro detalhe que não pode ser negligenciado. Afinal, com essa ferramenta é possível avaliar as taxas de entrega, criar automações e verificar a quantidade de aberturas.

Continue a leitura para compreender mais algumas das vantagens competitivas dessa estratégia de marketing para o seu negócio.

Linguagem adaptada de acordo com o público

Os e-mails não têm limites de caracteres e são bastante flexíveis quanto à sua forma e ao conteúdo. Aquela velha imagem de que um e-mail é somente uma página em branco está ficando para trás.

Existem diversos novos templates e até mesmo a inclusão de gifs em campanhas de e-mail marketing. A comunicação com mensagens curtas e diretas é uma forma muito interessante de conversar com o público.

É válido ressaltar que as boas práticas de escrita não devem ser negligenciadas. Outro detalhe é o tipo de linguagem utilizado, pois cada grupo deve ser analisado separadamente.

Por exemplo: se uma campanha é direcionada a um público jovem, pode haver a inclusão de gírias e de uma linguagem mais leve e divertida. Se for o caso de escrever para um público de advogados, o tipo de escrita deve ser diferente — mais formal e técnica. Não se esqueça desses pontos!

Grande retorno financeiro

A simplicidade é algo que conta muito para a valorização do e-mail como uma das estratégias de marketing mais utilizadas. Para começar a sua campanha, é necessário ter apenas um domínio, como “minhaempresa.com”, um software de automação e alguém para executar o projeto.

Outro detalhe muito importante é que muitos desses softwares oferecem planos gratuitos até determinada quantidade de e-mails. Sendo assim, não é necessário fazer nenhum grande investimento de recursos para executar um projeto de marketing que pode ser muito rentável.

Com o envio de bons e-mails e campanhas semanais de vendas, é provável que a sua empresa obtenha uma boa fonte de renda.

Alcance previsível

Quando você adquire alguma campanha de publicidade em redes sociais, não são todas as pessoas que têm acesso àquele material. Com isso, muita gente não vê a mensagem e o seu negócio acaba perdendo algumas oportunidades.

Já com o e-mail marketing, é possível saber exatamente quantas pessoas podem ser alcançadas. Além disso, há a possibilidade de criar segmentações para diferentes integrantes da sua lista.

Se determinada campanha é enviada para 1000 pessoas, essas 1000 pessoas receberam o e-mail na sua caixa de entrada. Isso só não vai ser possível se houver erros básicos, como e-mail digitado incorretamente ou problemas com spam.

Tomando os devidos cuidados e não enviando arquivos com spam, as chances de sucesso da sua campanha são enormes!

6. Marketing de indicação

Esse é um canal de vendas que acaba sendo esquecido por muitos empresários. A base fundamental para o marketing de indicação é a recomendação de amigos ou conhecidos sobre determinado produto ou serviço.

A principal vantagem dessa estratégia é o aspecto da confiança. As pessoas tendem a confiar muito em quem já utilizou algo e está recomendando. O indivíduo cria uma imagem de que a satisfação gerada à pessoa que já utilizou o produto/serviço também pode ser estendida a ele. Com base nisso, ele quebra a objeção inicial de adquirir esse produto/serviço.

Veja a seguir alguns dos passos para você implementar o referral marketing — outra maneira como é conhecido o marketing de indicação — na sua empresa!

Crie um programa de indicação

O passo inicial para que a sua empresa seja indicada pelos clientes é ter um bom programa de recomendação. É preciso lembrar que esse processo é feito de forma gratuita, o que gera um retorno muito interessante para o empreendimento.

Sua empresa deve focar em convidar os clientes para participar de ações de indicação. A criação de campanhas com descontos progressivos, por exemplo, pode ser um bom início. Ofertar brindes e materiais exclusivos é algo também que não pode ficar de fora do seu radar.

Por fim, é preciso usar o máximo possível dos canais de comunicação para que haja uma boa divulgação do programa de indicação. Essa é mais uma estratégia de marketing fundamental para toda empresa que pretende alavancar ainda mais as suas vendas.

Faça com que seus clientes tenham uma boa experiência

Uma boa experiência gera reconhecimento. Por consequência, isso promove uma recomendação espontânea — é exatamente essa lógica que engloba o marketing de indicação.

Nesse cenário, é preciso que você fique atento ao primeiro fator: a boa experiência. Esse é o abre-alas para o desenvolvimento de uma boa relação entre o cliente e a empresa. Uma dica muito válida é conseguir não somente causar uma impressão satisfatória, mas surpreender o comprador.

Com isso, as chances de que ele volte a comprar e, principalmente, faça uma boa indicação da sua empresa são enormes. Por isso, procure sempre prestar um bom atendimento e fazer com que cada cliente ele se sinta especial em relação ao seu negócio.

Peça indicações

Apesar de parecer um pouco óbvio, muitos empresários esquecem-se dessa tarefa básica. As indicações podem fluir muito naturalmente em uma conversa, mas é recomendado relembrar e frisar isso com o seu cliente.

Dessa forma, diminuem-se as chances de ele esquecer de realizar o marketing de indicação. Com uma abordagem sutil e direcionada, torna-se possível transmitir a mensagem e gerar o resultado esperado.

7. Transformação digital

Esse conceito corresponde a uma necessidade de transformação na era cada vez mais digital do mundo atual. Atualmente, é preciso trabalhar a experiência do cliente e colocá-lo no centro das estratégias empresariais.

Anteriormente, o marketing focava apenas em criar comunicações e campanhas para divulgação de produtos e serviços. Entretanto, houve uma mudança crucial na forma como as pessoas se relacionam, analisam mercadorias e as compram.

Tudo isso está a apenas alguns cliques de distância. Nessa perspectiva, toda a equipe interna das empresas precisa estar preparada para adotar estratégias de marketing. Validar ideias e criar um ambiente colaborativo são alguns dos pontos iniciais para quem pretende promover uma transformação digital.

Acontece que muitos empresários acreditam que o seu nicho de atuação ou o porte financeiro da empresa não demanda essas mudanças culturais. Esse pensamento é bastante retrógrado e coloca o futuro do empreendimento em risco.

Há a necessidade de adaptar a cultura do negócio e passar a operar com novas tecnologias. Qualquer atitude que vá na contramão disso pode fazer com que oportunidades de crescimento sejam perdidas.

Estar presente no mundo online é outro fator que não pode ser negligenciado. Os canais de atendimento migram cada vez mais para os aplicativos de mensagens, demonstrando a importância de estar presente nesse modal.

A transformação digital é algo que deve ser feito de forma contínua e respeitando as particularidades de cada negócio. Investir em Big Data, em automação de marketing e no Business Intelligence é uma prática que eleva a empresa a outro patamar. Foco e consistência são as palavras-chave para compreender o movimento de transformação digital.

8. Soluções CDL

A CDL/BH dispõe de uma ampla gama de ferramentas para auxiliar os empreendedores a maximizarem as oportunidades com estratégias de marketing. Com uma experiência inegável em auxiliar os empresários a conquistarem seu espaço no mundo digital, a CDL/BH dispõe de ferramentas imprescindíveis para o seu negócio. Veja!

Consultorias e assessorias

Um ponto vital para entender a melhor solução para o seu comércio crescer é por meio de consultorias. A principal vantagem competitiva desse modelo é que um consultor experiente analisa internamente e com uma grande riqueza de detalhes quais são as potencialidades e fraquezas da empresa.

Depois disso, é possível elaborar um plano de ação para que as mudanças objetivadas alcancem o melhor resultado possível. Outro ponto importante é que muitos empresários têm diversos assuntos e atividades operacionais para executar. Com isso, detalhes estratégicos e mais burocráticos acabam não sendo identificados.

É exatamente nesses pontos em que o consultor pode ser importante. Contar com um profissional do time da CDL/BH traz mais segurança e embasamento para promover as mudanças necessárias.

Enriquecimento de banco de dados

Ao longo do artigo, foi destacado o quanto é importante desenvolver o próprio banco de dados dos clientes. Nessa análise, a falta de qualidade e verificação das suas informações podem comprometer toda a estratégia.

É preciso realizar atualizações periódicas e eliminar registros incompletos ou duplicados. Isso é importante, por exemplo, para fornecer informações corretas ao setor de cobranças. Desse modo, as atividades de abordagem ao cliente e negociação podem ser mais efetivas.

As campanhas de e-mail marketing também ficam mais eficientes, já que contatos errados ou duplicados são retirados da sua lista. Menos é mais: ter muitos e-mails inoperantes só acaba por onerar a sua atividade.

Outra ferramenta que pode auxiliar a sua empresa é o CDL dados. Ela faz com que todas as exigências do Governo Federal em relação ao Serviço Público de Escrituração Digital (Sped) sejam atendidas. Os registros e o banco de dados informados são sempre padronizados e completos.

Depois de ter lido todo este material, você conhece muito mais sobre estratégias de marketing e como elas podem ser aplicadas. Vai perder tempo e dinheiro sem usar essas ferramentas? Nós apostamos que não!

Verifique em quais setores as mudanças já podem começar a ser implementadas no seu negócio. Com foco, é possível melhorar profundamente os indicadores financeiros, operacionais e estratégicos da sua empresa.

O marketing veio para ficar! Esteja preparado para fazer com que a sua empresa consiga aproveitar as tendências e as facilidades de crescimento com o uso dessas ferramentas. Vender é uma das atividades fundamentais para qualquer empreendimento. Afinal, sem recursos em caixa, as chances de não conseguir arcar com os custos fixos e variáveis são imensas.

Além disso, a formação de um bom capital de giro é fundamental para que haja sempre investimentos em melhorias no seu comércio. O marketing pode ser um excelente aliado no seu processo de crescimento e alavancagem financeira.

Gostou do nosso artigo sobre estratégias de marketing? Nossos conteúdos procuram sempre estar em sintonia com as necessidades dos empreendedores, ajudando-os a crescer e a melhorar cada vez mais. Para sempre chegar na frente e conseguir alcançar resultados ainda melhores, assine a nossa newsletter agora mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!