Veja 5 dicas para a redução de custos na sua empresa!

Administrar um negócio é uma atividade que exige conhecimentos de gestão e, principalmente, a atenção aos indicadores do empreendimento. Nessa perspectiva, ter uma redução de custos nas atividades operacionais é algo extremamente necessário e representa uma vantagem comercial para a empresa

Pensando nisso, desenvolvemos um artigo com 5 dicas de como reduzir os custos no seu negócio. Afinal, o conhecimento é uma forma inteligente de provocar mudanças e alavancar as receitas da empresa. Então, não deixe de conferir a leitura do post até o final para não perder nenhuma informação. 

1. Automatize as tarefas 

Em um negócio, existem diversos procedimentos e tarefas envolvidas na operação comercial. Um bom gestor deve ter em mente que uma equipe é o que torna de fato uma empresa vencedora e próspera.

Afinal, imagine que o empresário queira ter todos os processos sendo executados por ele. É provável que esse negócio não perdure por muitos anos, pois haverá uma concentração de tarefas na mesma pessoa. 

Por isso, é preciso procurar automatizar as tarefas, objetivando conseguir uma melhor produtividade e, com isso, reduzir alguns custos. Mas você deve estar se perguntando como a automatização de processos pode reduzir os gastos. Essa pergunta é bastante importante, porque orienta toda a estratégia comercial da empresa. 

A redução de custos está presente na simplificação e menor demanda de funcionários em atividades que podem ser automatizadas, seja por um software de gestão ou seja por uma máquina na linha de produção. 

Com isso, é possível direcionar os seus colaboradores para atividades mais estratégicas e automatizar as que oneram a mão de obra e diminuem a produtividade da sua equipe. Pense sempre em contar com ajuda de especialistas, como consultores empresariais, para definir quais os setores podem ser mais automatizados. 

2. Renegocie contratos 

Esse é um fator que exige bastante empenho e atenção dos gestores. Há contratos que foram elaborados em épocas antigas, mas que ainda seguem os mesmos acordos anos depois. É preciso realizar uma verdadeira varredura em todos eles e analisar caso a caso, procurando pontos que possam ajudar na redução de custos e renegociações comerciais. 

Contratos mal elaborados são causas de prejuízos e defasagens nas empresas. Em primeiro lugar, é preciso realizar a definição de qual o objeto da renegociação contratual: prazos, valores ou formas de pagamentos são exemplos de processos que podem passar por novos acordos. 

Além disso, é preciso realizar um estudo do seu cliente. Isso é importante, pois em tempos anteriores podem ter existido algumas facilidades e concessões para a captação desse seu parceiro, por exemplo, oferecendo bons descontos. Com o passar do tempo, é possível analisar qual a atratividade e o que ele pode adicionar ao seu negócio. 

Analise se o seu cliente é realmente um parceiro estratégico ou apenas um consumidor canibal do seu negócio, que extrai o máximo que consegue da sua empresa. Pense nisso! 

3. Utilize ferramentas de gestão para evitar erros 

O velho hábito de registrar dados dos clientes e indicadores comerciais em planilhas e folhas de papel é algo ultrapassado. Atualmente, existem diversos softwares de gestão que podem auxiliar na tomada de decisões e gerenciamento dos departamentos da sua empresa. 

Você já ouviu falar sobre o Enterprise Resource Planning (ERP)? É bem provável que sim, pois a grande maioria das empresas, de pequeno ou grande porte, utilizam essa ferramenta tecnológica. O ERP funciona como um organizador, que registra todos os dados e informações da empresa em um único programa. 

Os valores de faturamento, registros do departamento de Recursos Humanos e as contas a receber são processos que podem ser auditados periodicamente no ERP. Com isso, há uma maximização das potencialidades do empreendimento, além de minimizar as chances de erros ou processos redundantes na sua empresa. 

Dessa forma, há uma redução de custos significativa aliada à simplificação dos processos. Automatização e tecnologia são as palavras da vez para quem almeja ter uma empresa de sucesso. 

4. Tenha um bom controle de estoque 

O estoque é uma peça fundamental para quem deseja uma redução de custos e melhorias nas receitas da empresa. Afinal, imagine que um cliente efetue a compra de um determinado produto. Posteriormente, a sua equipe de colaboradores identifica que não tem essa mercadoria no estoque. 

Com isso, além da perda da venda, há um prejuízo gigantesco na relação cliente-empresa. É importante ressaltar que os consumidores são os ativos mais importantes do seu negócio. Então, não realizar um bom gerenciamento do seu estoque pode “afundar” todas as suas estratégias e planos comerciais. 

Como já foi dito, o ERP pode ser bastante útil na gestão dos departamentos de uma empresa. Por isso, procure sempre prezar pelo profissionalismo e a assertividade em toda a operação comercial. Assim, fica mais fácil diminuir as chances de erros e planejamentos do seu estoque.

A atenção aos prazos e a entrega segura das mercadorias estreita as relações com o seu cliente, possibilitando uma relação que durará muitos e muitos anos. 

5. Implante medidas para aumentar a produtividade 

Em vez de procurar novos mercados, muitos negócios procuram maximizar as potencialidades internas e gerar sinergias que podem alavancar a atividade. Não existe uma fórmula mágica para aumentar a produtividade da sua equipe de colaboradores e, por consequência, da sua empresa. Mas, há passos que podem provocar melhorias significativas. Confira só! 

Criar metas individuais e coletivas é uma forma inteligente de motivar os seus funcionários a ter um desempenho cada vez maior. Outro pilar fundamental para quem quer aumentar a produtividade é investir nos treinamentos in company. Assim, alcançar a perfeição na execução das tarefas fica bem mais fácil contando com uma experiência prévia. 

A presença de líderes e bons gestores também é fundamental. Eles serão responsáveis por auxiliar na busca pela eficiência e garantir que os processos e metas sejam cumpridos, além de tornarem-se inspirações para os colaboradores que desejam alcançar novos postos no negócio. 

A redução de custos é uma rotina para muitas empresas que almejam melhorar o seu desempenho e perpetuar o negócio. Você, empreendedor, gostou do nosso artigo? Que tal curtir a nossa página no Facebook para não perder nenhuma novidade aqui do blog? Não perca tempo e acesse agora mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nada?
Então faça o seu cadastro!

Prometemos não enviar spam!